RN: Mais da metade dos domicílios teve algum morador que recebeu auxílio emergencial

A média do rendimento proveniente do auxílio emergencial recebido pelos domicílios foi R$ 888,00

Mais da metade dos domicílios do RN, 53%, teve algum morador que recebeu auxílio emergencial. A média do rendimento proveniente do auxílio emergencial recebido pelos domicílios foi R$ 888,00.

No Nordeste, 54,8% dos domicílios tiveram recebimento do auxílio, que correspondeu, em média, a R$ 907,00. O Amapá foi o estado com média mais alta do valor recebido de auxílio por domicílio R$ 1.028,00 e o maior percentual de residências onde moradores recorreram ao auxílio (61,8%).



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Banco Central suspende novo serviço de pagamentos do WhatsApp no Brasil

Em nota, o BC informou que o órgão quer avaliar os riscos da nova tecnologia

Os consumidores não poderão usar o novo serviço do WhatsApp que permite pagamentos e transferências de dinheiro, decidiu hoje (23) o Banco Central (BC). A autoridade monetária determinou que as operadoras Visa e Mastercard suspendam as atividades da ferramenta lançada pelo aplicativo de mensagens na semana passada.

Em nota, o BC informou que o órgão quer avaliar os riscos da nova tecnologia, que está sendo liberada aos poucos no Brasil. O país foi o primeiro a ser escolhido pelo Facebook, empresa dona do WhatsApp, para testar a ferramenta. “A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, informou o texto.

Segundo o comunicado, o serviço não poderia ter começado a funcionar sem autorização do BC. “O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do [órgão] regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB [Sistema de Pagamentos Brasileiro] notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados”, destacou o BC, que verificará se o novo recurso cumpre as regras previstas na Lei 12.865, de 2013, que regula os meios de pagamento no país.

O descumprimento da determinação acarretará o pagamento de multa e a abertura de processo administrativo contra os responsáveis pela plataforma. De acordo com o próprio Facebook, instituições financeiras como Banco do Brasil, Sicredi e Nubank são parceiras da iniciativa para a transferência entre pessoas físicas. O pagamento a empresas era realizado em associação com a operadora de cartões de crédito Cielo.



CLIQUE – PUBLICIDADE

Caraubense apresenta pesquisa em evento internacional de inteligência artificial

Na prática a pesquisa é mais uma demonstração das possibilidades que surgem quando se aplica inteligência artificial em ambientes industriais

O mestrando Silvan Ferreira da Silva Júnior, egresso do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, (Ufersa – Campus Caraúbas) foi um dos destaques da 2020 IEEE INTERNATIONAL WOORKSHOP ON Metrology for Industry 4.0 and IoT, ao apresentar recentemente o trabalho “Avaliando a Tradução Homem-Máquina com Mecanismos de Atenção para Sistemas Baseados em SQL para Indústria 4.0”.

Atualmente, Silvan Júnior é discente do Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação da UFRN. “Foi a Ufersa, mais especificamente o Campus Caraúbas, que me introduziu no meio acadêmico e foi onde obtive uma grande base de conhecimento que me possibilitou permanecer nesse meio e contribuir para a ciência”, reconhece o mestrando.

Silvan Júnior explica que em decorrência da pandemia do novo coronavírus, a apresentação aconteceu de forma online. O trabalho, que é objeto de pesquisa do mestrado sob a orientação dos professores Ivanovitch Silva e Allan Martins, consiste em utilizar uma arquitetura recente de redes neurais para o processamento de linguagem natural de forma que possibilite o desenvolvimento de novas interfaces humano-máquina para aquisição de dados em um ambiente de Indústria 4.0.

“Basicamente, funciona de forma semelhante aos chatbots mais recentes que conseguem entender bem a nossa linguagem”, simplificou, acrescentando que o Chatbot é um programa de computador que tenta simular um ser humano na conversação com as pessoas.

Segundo o mestrando, o uso de bancos de dados relacionais está cada vez mais presente na indústria. Os aplicativos médicos, IoT e indústria 4.0 são exemplos citados. Silvan Júnior afirma que o sistema tem grande capacidade e eficiência no armazenamento e recuperação de dados, porém esse tipo de banco de dados requer conhecimento técnico em linguagens de consulta específicas para acessar essas informações o que distancia do público leigo.

Na prática a pesquisa é mais uma demonstração das possibilidades que surgem quando se aplica inteligência artificial em ambientes industriais. A pesquisa pode auxiliar bastante no desenvolvimento de ferramentas que deixem informações importantes nesses ambientes mais acessíveis, inclusive para usuários leigos.  

Ufersa



CLIQUE – PUBLICIDADE

Twitter permite a usuários da Apple publicação com voz

A empresa afirma que quer deixar a experiência “mais humana”

O Twitter lançou na quarta-feira (17) um recurso para gravação de voz. Além dos 280 caracteres, usuários do microblog poderão gravar áudios de até 140 segundos. A ferramenta foi lançada como teste no iOS, sistema operacional da Apple. A função já vale a usuários no Brasil, mas ainda não está disponível a todos. O Twitter não especifica se clientes do Android também terão acesso ao recurso.

Para gravar a voz é preciso criar um novo tuíte e tocar no ícone de ondas sonoras. O usuário verá sua foto do perfil com o botão de gravação na parte inferior. Depois que o áudio atingir o limite de tempo para um tuíte, uma nova postagem se inicia, criando uma sequência com até 25 mensagens. Para publicar, é preciso tocar no botão “finalizar”.

Segundo a empresa, nas próximas semanas, todos que usam dispositivos iOS poderão tuitar com voz. Para os contatos da rede, o tuíte aparece com o avatar da pessoa em um quadro para reprodução. A empresa afirma que quer deixar a experiência “mais humana”. O áudio poderá ser adicionado apenas a tuítes originais, não em respostas ou retuítes com comentários. A foto de perfil sempre será incorporada ao áudio.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

WhatApp lança ferramenta para enviar e receber dinheiro

Para utilizar a ferramenta, o usuário precisa cadastrar seu cartão na plataforma Facebook Pay e cadastrar uma senha numérica (PIN) de seis dígitos como proteção

O WhatsApp lançou nesta segunda-feira (15) novo recurso que permite transferir dinheiro e fazer compras em estabelecimentos por meio do aplicativo de mensagens, com a proteção da plataforma Facebook Pay. 

No primeiro momento, a novidade estará disponível para clientes do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi que têm cartão de crédito ou débito das bandeiras Visa e Mastercard. As transações serão processadas pela Cielo e não preveem custos para consumidores e pessoas físicas. Já as empresas terão de arcar com uma taxa por transação recebida. As pequenas empresas são um dos principais focos do lançamento.

“Mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas movimentam a economia brasileira, e já é muito comum mandar um zap a essas empresas para tirar dúvidas sobre produtos e fazer pedidos. Com o recurso de pagamentos no WhatsApp, além de ver os produtos no catálogo, os clientes também poderão fazer o pagamento do produto escolhido sem sair do WhatsApp. Ao simplificar o processo de pagamento, esperamos ajudar a trazer mais empresas para a economia digital e gerar mais oportunidades de crescimento”, diz o comunicado do Whatsapp.

Para utilizar a ferramenta, o usuário precisa cadastrar seu cartão na plataforma Facebook Pay e cadastrar uma senha numérica (PIN) de seis dígitos como proteção. Também é possível usar biometria, como leitor de digitais e reconhecimento facial, para autorizar transações. Para receber o dinheiro, o contato precisa estar cadastrado no Facebook Pay.

Agência Brasil



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

4 novos casos de Covid-19 são registrados em Currais Novos

Todos esses casos foram diagnisticados via teste rápido e todos encontram-se em isolamento domiciliar


A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, confirma nesta quinta-feira (04), mais cinco novos casos de Covid 19, no município de Currais Novos.

O 44º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 61 e 70 anos.
O 45º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 41 e 50 anos.
O 46º caso, trata-se de paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 61 e 70 anos.
O 47º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 21 e 30 anos.
E o 48º caso, trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 21 e 30 anos.

Todos esses casos foram diagnisticados via teste rápido e todos encontram-se em isolamento domiciliar.



CLIQUE – PUBLICIDADE

Boletim Epidemiológico de Currais Novos confirma mais 8 casos de Coronavírus

Todos os casos encontram-se em isolamento domiciliar


A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, divulga o segundo boletim do dia desta quarta-feira (03), com mais oito novos casos de Covid 19, no município de Currais Novos.

O 36º caso trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 30 e 40, diagnosticado via teste rápido;
O 37º caso trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 20 e 30 anos, diagnosticado via teste rápido;
O 38º caso trata-se de paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 10 e 20 anos, diagnosticado via teste rápido;
O 39º caso trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 10 e 20 anos, diagnosticado via teste rápido;
O 40º caso trata-se de paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 0 e 10 anos, diagnosticado via teste rápido;
O 41º caso trata-se de paciente do sexo feminino, na faixa etária entre 40 e 50 anos, diagnosticada via teste rápido;
O 42º caso trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 40 e 50 anos, diagnosticada via teste rápido;
O 43º caso trata-se de paciente do sexo masculino, na faixa etária entre 30 e 40 anos, diagnosticado via teste rápido.

Todos os casos encontram-se em isolamento domiciliar. O aumento do uso de testes rápidos pelo município e por laboratórios particulares, tendem a aumentar o número de confirmações de casos, que pode vir a crescer ainda mais nos próximos dias.

A Gestão Municipal, em especial a Gestão da Saúde, reforçam mais uma vez, o apelo para que toda a população mantenha o isolamento social, evitando saídas desnecessárias e respeitando o uso obrigatório da máscara, caso precise sair.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Grupo hacker Anonymous expõe dados pessoais de Bolsonaro, filhos e aliados

Poucos minutos após a publicação das informações, as postagens foram retiradas do ar

O grupo de hackers Anonymous Brasil expôs na noite desta segunda-feira (1º) dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A publicação das informações ocorreu no Twitter por meio de links para páginas com os documentos.

Foram compartilhados os CPFs de Bolsonaro e de seus filhos, além de telefones, endereços e dados sobre imóveis da família do presidente. Parte dos dados, como as declarações de bens imobiliários, já era pública e estava disponível na plataforma de divulgação da Justiça Eleitoral destinada a informações sobre patrimônios de candidatos. Os números de telefone, no entanto, eram dados privados.

Outros alvos foram os ministros da Educação, Abraham Weintraub, e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Poucos minutos após a publicação das informações, as postagens foram retiradas do ar.

Também foram divulgadas informações pessoais do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP). O deputado confirmou pelo Twitter a veracidade dos dados compartilhados pelo grupo hacker e informou que fará um boletim de ocorrência. https://twitter.com/DouglasGarcia/status/1267621705800917001

Procurado para comentar a divulgação de dados, o Palácio do Planalto ainda não se manifestou.



PRIMOR – PUBLICIDADE

Brasil: 4,8 milhões de crianças e adolescentes não possuem internet em casa

Segundo Dutra, a pandemia evidencia desigualdades que já são enfrentadas no cotidiano em todo o país. Há escolas que têm infraestrutura adequada e de qualidade, e outras que não, o que já impacta o aprendizado das crianças

No Brasil, 4,8 milhões de crianças e adolescentes, na faixa de 9 a 17 anos, não têm acesso à internet em casa. Eles correspondem a 17% de todos os brasileiros nessa faixa etária. Os dados, divulgados na semana passada semana pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), fazem parte da pesquisa TIC Kids Online 2019, que será lançada na íntegra em junho.

O levantamento é feito pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). Os dados foram solicitados pelo Unicef para medir, em meio à pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, quantas crianças e adolescentes estão sem acesso a aulas online e a outros conteúdos da internet que garantam a continuidade do aprendizado. 

Segundo Dutra, a pandemia evidencia desigualdades que já são enfrentadas no cotidiano em todo o país. Há escolas que têm infraestrutura adequada e de qualidade, e outras que não, o que já impacta o aprendizado das crianças.



CLIQUE – PUBLICIDADE

Vendas on-line crescem 47% no país em abril; Saiba como evitar fraudes

O setor de artigos esportivos teve desempenho maior do que o usual e apresentou crescimento de 211,95%

A disseminação do novo coronavírus mudou drasticamente a rotina de consumo dos brasileiros e intensificou as compras on-line por causa da imposição do isolamento social para conter o avanço da doença.

Passado o susto inicial com a situação, depois de queda de 20% no início da pandemia, o e-commerce brasileiro registrou crescimento de 47% no faturamento no mês de abril. O levantamento – feito pela Associação Brasileira de E-Commerce (ABComm) e pela Konduto – teve como base 25 milhões de pedidos de produtos físicos feitos em quatro mil lojas virtuais entre 1º de março e 25 de abril.

Os dados mostram que, no início da quarentena – entre 15 e 28 de março –, três setores se destacaram positivamente. Com as escolas fechadas e as crianças dentro de casa, o segmento de brinquedos teve alta de 434,7% nos pedidos. Supermercados também registraram aumento de 270,16%, tendo em vista que os vendas virtuais se tornaram excelente opção para quem não quer sair de casa.

O setor de artigos esportivos teve desempenho maior do que o usual e apresentou crescimento de 211,95%, o que revela a preocupação das pessoas em manter a forma durante o período de isolamento, seguido de farmácia, com incremento de 41,56%, e eletrodomésticos, com 4,47%.

Em contrapartida, as três maiores quedas de pedidos foram registradas nas áreas de bebidas (76,62%), autopeças (57,95%) e livrarias (46,43%). Após mais de um mês da quarentena para a maioria dos estados, na última semana estudada, os quatro segmentos que registraram as maiores altas vendem majoritariamente produtos para casa e de uso pessoal: eletrônicos (66,10%), bebidas (54,27%), móveis (47,59%) e moda (41,4%).

Na variação de pedidos entre os períodos de 29 de março a 8 de abril e de 9 a 25 de abril, quatro setores apresentaram queda: farmácias (10,38%), óticas (10,2%), cosméticos (3,53%) e livrarias (1,91%). Entre os demais, eletrônicos (66,1%), bebidas (54,27%), móveis (47,59%) e moda (41,4%) são os que mais cresceram.

Dicas para compras on-line

O advogado e especialista em direito do consumidor Victor Cerri alerta sobre a importância de atentar-se à credibilidade da plataforma na hora de realizar a compra. “Hoje em dia, é fácil pesquisar por meio de outros sites que fazem esse levantamento e classificam os índices de confiabilidade. Uma simples busca no Google resolve”, orientou.

Victor também destaca que é necessário conhecer a procedência do produto e a garantia que se tem, além de fazer comparativo de preços para minimizar a possibilidade de problemas. “Evite esse tipo de compra em máquinas públicas, que podem ter sistemas de espionagem instalados, e verifique os dados do próprio boleto da compra”, enfatizou.

“A forma mais correta de se munir para uma reclamação é guardar eventuais números de protocolos e contatos dos canais oficiais da empresa. Também é válido guardar e-mails, printar a tela do atendimento e entender se o site é confiável. Atentar-se para eventuais erros de português e qualidade de imagens, que podem acabar conotando uma possível ilegalidade”, concluiu Victor.

Metrópoles



PRIMOR – PUBLICIDADE