Apesar de alertas, Tóquio 2020 terá até 10 mil espectadores por local

Os organizadores da Olimpíada estabeleceram em 10 mil o número de espectadores em cada local de competição dos Jogos de Tóquio de 2020 nesta segunda-feira (21), dias depois de especialistas alertarem que realizar o evento sem torcedores seria a opção menos arriscada durante a pandemia de covid-19.

A decisão, que muitos já esperavam devido aos comentários tanto dos organizadores quanto de conselheiros médicos do governo, sublinha o ímpeto do Japão para preservar o evento multibilionário em meio à oposição pública e a uma preocupação profunda com um ressurgimento de infecções.

O país tem evitado o tipo de surto explosivo de coronavírus que devasta outro países, mas a distribuição de vacinas está lenta e o sistema de saúde está no limite em alguns lugares.

O limite para os Jogos, que devem começar em 23 de julho, “será estabelecido em 50% da capacidade do local, até um máximo de 10 mil pessoas”, disseram os organizadores em um comunicado.

Mas as comemorações de uma vitória ou do desempenho de um azarão corajoso podem ser frustradas, já que os gritos estão proibidos. Os organizadores também disseram que máscaras serão exigidas e que se pedirá aos espectadores que se dirijam diretamente aos locais de competição e depois diretamente para casa.

Os números podem ser ainda mais reduzidos depois de 12 de julho se as medidas de “quase emergência” contra a covid-19, que devem terminar um dia antes, forem prorrogadas ou devido a quaisquer outras medidas anti-infecção em vigor na ocasião, acrescentaram os organizadores.

Os espectadores estrangeiros já foram proibidos de comparecer. O estádio nacional, que foi construído para a Olimpíada de Tóquio de 1964 e deveria sediar o atletismo e o futebol nesta edição, receberia 68 mil torcedores, mas agora acolherá menos de 15% de sua capacidade.

Mas os direitos de transmissão de televisão, como o da NBC Universal para 17 noites de cobertura no horário nobre dos Estados Unidos, permitirão que os Jogos sejam transmitidos em todo o mundo.

Os organizadores ainda estão estudando se permitem o consumo de álcool nos locais de competição, disse a presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto. Apesar de os especialistas terem demonstrado preocupação, Hashimoto já havia dito que está cogitando a permissão de até 10 mil torcedores.

As rendas de ingressos provavelmente serão reduzidas para menos da metade dos 817,14 milhões de dólares esperados anteriormente, disse o presidente-executivo da Tóquio 2020, Toshiro Muto, em uma entrevista coletiva.

Com informações da Reuters



GORVERNO 01 – POST

Olimpíada sem público é opção “menos arriscada”, dizem especialistas

Especialistas médicos do Japão disseram nesta sexta-feira (18) que proibir espectadores na Olimpíada é a opção menos arriscada para se realizar os Jogos, apesar de parecerem resignados com a possibilidade da presença de torcedores nos locais de competição em plena pandemia de covid-19.

Há meses o governo e os organizadores da Tóquio 2020 postergam uma decisão sobre a permissão para espectadores locais – os torcedores estrangeiros já estão proibidos -, sublinhando seu desejo de salvar o evento em meio a uma oposição pública profunda.

O Japão tem evitado o tipo de surtos de coronavírus explosivos que abalaram muitos outros países, mas a distribuição de vacinas está lenta e o sistema médico está no limite em partes do país.

A insistência do governo em sediar os Jogos é criticada por hospitais e por sindicatos de médicos.

“Existe um risco de a movimentação das pessoas e as oportunidades de interagir durante a Olimpíada disseminarem infecções e pressionarem o sistema médico”, disseram os especialistas, liderados pelo principal conselheiro de saúde, Shigeru Omi, em um relatório divulgado nesta sexta-feira (18).

Eles disseram que realizar os Jogos sem espectadores é a opção “menos arriscada” e a desejável.

Mas os especialistas de Omi já aventam a possibilidade de os locais de competição receberem até 10 mil torcedores em áreas nas quais medidas de “quase-emergência”, como horários reduzidos de funcionamento de restaurantes, foram suspensas – o que aumentou a percepção de que a Olimpíada pode muito bem acontecer com público.

A decisão final é esperada após uma reunião entre organizadores, como a Tóquio 2020 e o Comitê Olímpico Internacional (COI), e representantes dos governos nacional e de Tóquio marcada para segunda-feira (21).

A presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, disse que, embora admita que a Olimpíada seria mais segura sem espectadores, os organizadores continuam procurando maneiras de receber torcedores com segurança nos locais de competição, assim como em outros eventos.

“Dado que outros eventos esportivos estão sendo realizados com espectadores, acho que também é trabalho da Tóquio 2020 continuar procurando maneiras de entender e diminuir os riscos de infecções na Olimpíada até termos esgotado todas as possibilidades”, disse ela em uma coletiva de imprensa após a divulgação do relatório de Omi.

Os Jogos foram adiados no ano passado por causa da pandemia. Um cancelamento definitivo custaria caro aos organizadores, ao governo de Tóquio, a patrocinadores e seguradoras.



GORVERNO 01 – POST

Seleção feminina de vôlei se garante na semifinal da Liga das Nações

A seleção feminina de vôlei está garantida por antecipação nas semifinais da Liga das Nações. Nesta sexta-feira (18), o Brasil derrotou a Coreia do Sul por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/23 e 25/18, pela 13ª rodada da competição, realizada em Rimini (Itália). O resultado assegura à equipe do técnico José Roberto Guimarães um lugar entre as quatro melhores, independente do que ocorrer nas duas próximas rodadas – as últimas da primeira fase.

As brasileiras estão na vice-liderança da Liga das Nações, com 11 vitórias em 13 jogos e 34 pontos, dois a menos que os Estados Unidos. Japão (27 pontos) e Turquia (24) completam o G4 de momento, com as turcas (que ainda jogam nesta sexta, contra os Países Baixos) superando a China, quinta colocada com a mesma pontuação, na média dos sets ganhos.

Diante das sul-coreanas, a oposta Tandara – que teve a renovação de contrato com o Osasco confirmada nesta sexta-feira – e a central Fernanda Garay, ambas com 13 pontos, foram os principais nomes da seleção nacional. As centrais Carol Gattaz e Bia, com oito pontos cada, também se destacaram.

“Enfrentamos um time da escola asiática, que sempre é muito difícil de jogar contra. Tivemos que ter muita paciência e a Coréia do Sul jogou muito bem. No segundo set, tivemos um pouco mais de dificuldade em algumas passagens, mas nos recuperamos no final. Jogamos bem com nosso contra-ataque e, principalmente, jogamos juntas”, comentou a ponteira Gabi, ao site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

O Brasil volta a quadra neste sábado (19), às 14h30 (horário de Brasília), contra os Países Baixos, pela 14ª rodada. A seleção conclui a participação na primeira fase no domingo (20), às 16h, diante da Turquia. As semifinais estão previstas para o próximo dia 24 e a decisão para o dia 25.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Atleta seridoense conquista vaga em Panamericano de atletismo

A potiguar Regiclécia Silva, do Aeroclube, fechou a temporada de duas semanas de treinamentos no CT da Confederação Brasileira de Atletismo, em São Paulo, com mais uma conquista: a classificação para os Jogos Panamericanos Sub-20, que acontecem no Chile, em outubro.

O índice foi garantido em um torneio realizado pela Federação Paulista, no qual a atleta alcançou 12,82m no salto triplo, marca exigida para o Pan. Natural de Cerro Corá, Regiclécia segue em São Paulo para a disputa do Troféu Brasil ainda essa semana. 

“Minha meta é melhorar ainda mais minha marca, chegar aos 12,90m e garantir vaga também no Mundial, em agosto, no Quênia. Estou muito confiante de que vou concluir essa missão”, diz Regiclécia, que atualmente ocupa o segundo lugar no ranking nacional do salto triplo na categoria sub-20.



Publicidade Ismael 02

Brasil enfrenta Paraguai fora de casa pelas Eliminatórias da Copa

Na noite desta terça-feira (8), a partir das 21h30, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, a seleção brasileira enfrenta o Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 no Catar. Com cinco jogos realizados até o momento, a equipe nacional lidera o torneio com 15 pontos.

Mas nem mesmo a boa fase vivida dentro de campo traz tranquilidade para o técnico Tite e os jogadores. Na verdade, o ambiente é bastante turbulento. Antes da viagem para a capital paraguaia, ainda em Porto Alegre, na segunda-feira (7), o comandante verde e amarelo teve que responder diversas perguntas sobre a queda do presidente da CBF, Rogério Caboclo, ocorrida no domingo (6), envolvido em denúncias de abuso à uma funcionária da Confederação, e sobre a Copa do América, prevista para começar no próximo final de semana no Brasil.

“Tem sido bastante difícil. É um movimento social. Nós temos compreensão disso. As pessoas acham que nós devemos ter opinião sobre tudo. Enquanto, na verdade, nós devemos ter opinião sobre o futebol. Nós devemos ter o nosso lugar de fala sobre aquilo que nós diz respeito, o futebol. Isso a gente faz com muito amor. É claro que não é fácil manter o foco. Só que esse grupo todo vem tendo uma inteligência emocional muito grande para filtrar tudo que vem ocorrendo e focar apenas no jogo. Isso já ocorreu na partida do Equador e tem que ocorrer novamente nesta terça-feira contra o Paraguai”, comentou o técnico Tite em coletiva.

Em relação à partida, o retrospecto recente do Brasil, jogando como visitante contra o Paraguai, não é bom. A equipe nacional não vence no país vizinho desde 1985. Na ocasião, o placar foi 2 a 0, com gols de Casagrande e Zico. “Tem um grau de dificuldade muito grande, sim. Sabemos da qualidade da equipe adversária. E jogando dentro de casa eles se tornam ainda mais fortes. O desafio é grande”.

Na conversa com os jornalistas, o treinador não quis revelar oficialmente o time que vai a campo nesta noite. Uma provável escalação da seleção brasileira tem Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Douglas Luiz e Éverton Ribeiro; Richarlison, Gabriel Barbosa e Neymar.



GORVERNO 01 – POST

Jornal espanhol diz que Bolsonaro quer Tite fora da seleção para dar lugar a Renato Gaúcho

O periódico espanhol “AS”, em edição publicada neste domingo (06), destacou que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (Sem partido), estaria se movimentando nos bastidores para que Tite seja demitido da seleção brasileira. De acordo com a publicação, o presidente quer alguém que esteja do lado de sua linha política, sendo Renato Gaúcho o favorito.

A publicação aponta que o governo teria montado um gabinete de crise para resolver a questão relacionada à seleção brasileira. O Brasil se ofereceu para sediar a Copa América, num momento em que o país se aproxima de uma terceira onda da covid-19. Assim como Tite, jogadores da seleção estão insatisfeitos com a decisão de realizar a competição no país, mas o presidente quer que os atletas joguem o torneio.

“O presidente do Brasil vê o boicote dos jogadores à Copa América como “uma guerra política” e quer nomear um novo técnico, ideologicamente alinhado ao seu governo”, diz o jornal. “A disputa da Copa América no Brasil já é, segundo os assessores de Bolsonaro, “uma questão de honra” para o presidente e a luta pelos internacionais de Canarinhos para disputar o torneio é vista como uma verdadeira “guerra política”. O presidente brasileiro realizou videoconferência entre dirigentes da CONMEBOL sem ser convidado e reafirmou seu apoio incondicional ao torneio”, completa o “AS”.

Os jogadores devem divulgar um comunicado sobre a polêmica participação na Copa América na próxima terça, após a partida contra o Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Segundo a imprensa, a carta será uma posição contra a realização da competição no Brasil durante a pandemia.



Prefeitura Currais Novos Publicidade

América estreia na Série D neste sábado

O América estreia no Campeonato Brasileiro da Série D neste sábado (5), às 15h, na Arena das Dunas, diante do Central de Caruaru/PE. O jogo é válido pela primeira rodada do Grupo A03 da 4ª divisão da competição nacional.

O time rubro vem renovado, depois da eliminação no Campeonato Estadual e Copa do Brasil e espera estrear bem para seguir sonhando com o acesso à Série C.

A Série D conta com 64 clubes de todo o Brasil, divididos em 8 grupos de 8 equipes cada. Os 4 melhores de cada grupo se classificam para a fase eliminatória de mata-mata. América e Central estão no Grupo A03, com mais seis clubes: ABC, Atlético Cearense, Campinense, Caucaia/CE, Souza/PB e Treze.

Árbitro de MT

O mato-grossense Rafael Odílio Ramos dos Santos apita o jogo, auxiliado pelos potiguares George Ítalo Antas Nogueira e Edilene Freire da Silva. O também norte-rio-grandense José Magno Teixeira do Nascimento é o quarto árbitro.

Vale destacar que estão mantidos os protocolos de segurança e sanitário definidos pelas autoridades públicas no combate à pandemia do coronavírus. Apenas a imprensa e quem vai trabalhar nos jogos têm acesso à Arena das Dunas neste sábado (5).



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Governo do RN diz não haver segurança epidemiológica para receber jogos da Copa América; entenda

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, utilizou as redes sociais, nesta segunda-feira (31), para se posicionar quanto à possibilidade do estado potiguar receber jogos da Copa América, que terá como sede o Brasil. Na publicação, a gestora disse não haver hoje “níveis de segurança epidemiológica para realização do evento”.

Fátima Bezerra destacou que, até o momento, não recebeu nenhum comunicado oficial por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a respeito da realização do torneio, mas decidiu adiantar o posicionamento. “Apesar de sermos um dos Estados com estrutura física disponível, não temos hoje níveis de segurança epidemiológica para realização do evento”, comentou a gestora. “Ao contrário, estamos numa luta diuturna para amenizar os efeitos da pandemia, que está em um momento crescente por aqui. O Governo é, portanto, contrário à realização do evento no nosso estado”, concluiu.

Mais cedo, após a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciar que a Copa América de 2021 seria sediada pelo Brasil, o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo da Silva, informou que a cidade de Natal estava sendo cotada para receber jogos da competição. “A Copa América poderá ocorrer em Natal. Recebi ligação da CBF [Confederação Brasileira de Futebol] confirmando a possibilidade. Estamos ultimando detalhes com instituições públicas e demais entidades  representativas dos desportos”, disse.

De acordo com a Conmebol, as datas de início e término do torneio estão confirmadas – 13 de junho e 10 de julho. Cidades-sedes e a tabela de jogos ainda serão anunciadas oficialmente. A Conmebol deseja fazer a final no Rio de Janeiro, no Maracanã. E ainda analisa, de acordo com informações extra-oficiais, utilizar estádios de Copa do Mundo para os demais jogos, como Mané Garrincha, em Brasília, Arena da Amazônia, Arena Pernambuco e Arena das Dunas, em Natal.

O anúncio sobre o Brasil ser sede do torneio veio após a Argentina, através de um comunicado do Ministro do Interior daquele país, Wado de Pedro, confirmar que não teria condições de sediar o campeonato devido à piora da pandemia da covid-19. A Argentina tem cerca de 45 milhões de habitantes e registrou, até agora, mais de 3,6 milhões de casos, com mais de 76 mil mortes.

No caso do Brasil, o quantitativo de pessoas que faleceram em decorrência da covid-19 já ultrapassa a marca de 462 mil. Há ainda um acumulado de 16,5 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia. No Rio Grande do Norte, a doença já matou 6.116 potiguares. Os hospitais do estado seguem lotados. Nesta segunda-feira (31), a fila de espera por uma vaga de leito de UTI contabiliza mais de 100 pacientes. Somente em Natal e na região metropolitana, a taxa de ocupação de leitos críticos está em 96,9%. 



Publicidade Ismael 02

Brasil derrota EUA e segue 100% na Liga das Nações de vôlei masculino

A próxima sequência de partidas ocorre entre quinta-feira (3) e o próximo sábado (5)

A seleção masculina de vôlei segue com 100% de aproveitamento na Liga das Nações. Neste sábado (29), os brasileiros superaram os Estados Unidos por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/23 e 25/19, pela segunda rodada da competição, disputada em Rimini (Itália).

O ponteiro Yoandy Leal, cubano naturalizado brasileiro, foi o destaque do escrete nacional, com 13 pontos, seguido pelo oposto Alan, que substituiu Wallace no começo do segundo set e anotou 12 pontos. Das três parciais, a segunda foi a mais complicada, com os EUA à frente nos primeiros pontos, mas cedendo a virada ao Brasil após o empate por 13 a 13.

A equipe nacional já volta à quadra neste domingo (30), às 13h (horário de Brasília), contra o Canadá. O duelo conclui a primeira semana do torneio masculino. A próxima sequência de partidas ocorre entre quinta-feira (3) e o próximo sábado (5). O Brasil terá França, Japão e Sérvia pela frente.

A seleção é dirigida em Rimini (Itália) pelo assistente Carlos Schwanke. O técnico Renan Dal Zotto se recupera em casa após 36 dias internado por conta do novo coronavírus (covid-19). Na última sexta-feira (28), antes da estreia contra a Argentina, o treinador realizou uma preleção virtual com os jogadores. Os brasileiros superaram os argentinos por 3 a 0 (31/29, 26/24 e 25/16).



Prefeitura Currais Novos Publicidade

FNF pede investigação sobre manipulação de resultados no Campeonato Potiguar

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) encaminhou ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte (TJD) uma Notícia de Fato pedindo a apuração de notícias e informações que circulam na imprensa e redes sociais que relatam supostas irregularidades envolvendo os resultados das partidas do Campeonato Nota Potiguar 2021.

“A FNF pede ao Tribunal que apure e elucide os fatos para que não haja dúvidas sobre a correção de clubes e equipes em campo. Em casos confirmados, a FNF pede ao Tribunal que puna rigorosamente os envolvidos nos casos”, disse a federação.

Nessa segunda-feira (24), a partida entre Força e Luz e ASSU, no estádio Barretão, terminou com 23 escanteios, sendo 19 apenas no primeiro tempo. O número levantou a suspeita de manipulação nas redes sociais. A partida foi válida pela sexta rodada da Copa RN, o segundo turno do Campeonato Potiguar, e acabou empatada em 0 a 0.

“A Federação Norte-rio-grandense de Futebol reforça que repudia qualquer tentativa de irregularidade que possam manchar a imagem e a lisura dos campeonatos promovidos por ela”, finalizou a FNF.



Prefeitura Currais Novos Publicidade