Especialistas destacam importância de se ter reserva financeira

Com a chegada do fim do ano – e do décimo terceiro salário – o brasileiro tem a oportunidade de, com planejamento, ter mais tranquilidade em relação ao orçamento

A chegada da pandemia ao Brasil mostra a importância de se ter uma reserva financeira para enfrentar as adversidades. Com a chegada do fim do ano – e do décimo terceiro salário – o brasileiro tem a oportunidade de, com planejamento, ter mais tranquilidade em relação ao orçamento.

Diante desse contexto, a Agência Brasil consultou alguns especialistas, na busca por dicas de como conseguir montar uma reserva, mesmo em tempos de crise. Segundo eles, para isso, o primeiro e mais importante passo é pagar as dívidas que têm juros mais elevados.

“As reservas financeiras são, antes de tudo, importantes para gastos imprevistos. Por exemplo, em saúde ou no conserto do carro ou do imóvel”, afirma o economista e professor licenciado da Universidade de Brasília (UnB) Newton Marques. Especialista em educação financeira, ele sugere que, tendo um dinheirinho sobrando, as pessoas procurem, primeiro, quitar dívidas que, em função dos juros, estejam crescentes. “Quem receber o décimo terceiro salário pode utilizar da seguinte forma: pagar dívida que tem juros, consumir parte nas festas de fim de ano e guardar uma parte para gastos imprevistos em 2021”, resume.

Conselheiro da Associação Nacional de Executivos de Finanças (Anefac), Andrew Frank Storfer diz que a pandemia deixou uma lição importante para as pessoas: “todos podemos viver gastando menos”. Para ele, “existe um produto que todos deveriam comprar: a tranquilidade. Ter alguma reserva para imprevistos é sempre bom. Independentemente da pandemia, quem pode olhar para trás e dizer que não teve algum imprevisto nos últimos cinco anos? Que não teve de fazer um tratamento, comprar remédios; quem não teve geladeira ou TV quebrada? Quem não bateu um carro, ou teve de ir ao mecânico? O mesmo se pode dizer dos próximos cinco anos. Sempre há um imprevisto”, disse o conselheiro da Anefac.

Ele lembra, no entanto, que muita gente recebe salário que mal dá para suportar os gastos básicos com alimentação e moradia. Mesmo assim, sugere, é fundamental fazer esforços, pelo menos no sentido de cortar gastos, na tentativa de guardar um pouco.



Gov_estado – PUBLICIDADE

Alerta: bandeira tarifária de energia em janeiro de 2021 será amarela

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica

A bandeira tarifária para janeiro de 2021 será amarela com custo de R$ 1 real e 34 centavos para cada 100 quilowatts-hora consumidos. 

A previsão hidrológica para janeiro do ano que vem sinaliza elevação das vazões afluentes aos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional), cenário que levou ao incremento no patamar da produção hidrelétrica, com a consequente redução nos custos relacionados ao risco hidrológico e no preço da energia em relação ao mês passado. 

Esses fatores são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada. Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. 



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Alerta! Pesquisadores da UFRN alertam para risco de contágio da covid-19 nas festas de fim de ano

“Festas familiares são um evento catalisador de novas infecções, especialmente quando se reúnem familiares que não tem um convívio diário ou habitual”, enfatizam os pesquisadores em relatório.

Com a chegada das festas do fim de um ano marcado pela pandemia de covid-19, reunir familiares para as tradicionais ceias natalinas e de réveillon, segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), pode ser uma atividade perigosa.

A avaliação se dá, sobretudo, pelo novo perfil de infectados identificado, que hoje é quatro anos mais jovem do que o apresentado em julho de 2020.

Segundo os dados da PNAD Contínua do terceiro trimestre de 2020, em cerca de 147 mil domicílios potiguares (12,2% do total), há idosos residindo com jovens de 18 a 35 anos. Isso aumenta o risco de contaminação, especialmente pelo fato de que, segundo relatórios da Secretaria Estadual de Saúde do RN (Sesap/RN), a população jovem corresponde a quase a metade de casos de covid-19 atualmente (46,5%).

“Festas familiares são um evento catalisador de novas infecções, especialmente quando se reúnem familiares que não tem um convívio diário ou habitual”, enfatizam os pesquisadores em relatório.

Segundo o pesquisador e professor César Rennó Costa, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), o mesmo padrão de evolução da doença no Brasil foi observado em outros lugares do mundo, ocasionado, especialmente, por festas e eventos públicos.

“Na Flórida, nos Estados Unidos, houve um crescimento acentuado de casos depois das festas de Spring Break – algo como um Carnaval em abril –, mas sem que houvesse um paralelo imediato na curva de óbitos. Porém, no mês seguinte, houve uma mudança no perfil dos infectados, tendendo para os mais velhos e logo se observou um aumento nas taxas de hospitalização e de óbitos”, comenta o professor.



Sidy´s Publicidade 01

Futebol: Conmebol anuncia datas e horários das semifinais da Libertadores

O último semifinalista da atual edição da competição será conhecido na próxima quarta-feira (23)

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) divulgou na tarde desta sexta-feira (18) as datas e horários das semifinais da Libertadores da América.

As primeiras equipes a entrar em campo em busca de uma vaga para a grande decisão da competição serão River Plate (Argentina) e Palmeiras, que medem forças no dia 5 de janeiro, a partir das 21h30 (horário de Brasília), no estádio Libertadores de América, em Buenos Aires. A volta acontece uma semana depois, no dia 12, no mesmo horário, no Allianz Parque, em São Paulo.

O último semifinalista da atual edição da competição será conhecido na próxima quarta-feira (23), quando o Boca Juniors recebe o Racing no estádio da Bombonera. Na ida o time de Avellaneda venceu por 1 a 0.

Decisão da Libertadores

A grande decisão do torneio continental será disputada no dia 30 de janeiro, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.



PRIMOR – PUBLICIDADE

Temporal causa estragos e deixa ao menos sete mortos em Santa Catarina

O governo do estado enviou ainda um grupo de resposta e determinou o deslocamento de aeronaves e cães de buscas para atuar nos resgates

Chuvas fortes atingiram Santa Catarina, nesta quinta-feira (17), provocando estragos e deixando desalojados em municípios do Vale do Itajaí e da região metropolitana de Florianópolis. A Secretaria da Defesa Civil do estado confirmou sete mortes até o momento, sendo seis em Presidente Getúlio e uma em Ibirama.

De acordo com o órgão, em Presidente Getúlio, houve uma forte enxurrada provocada por 125 milímetros de chuva em um espaço de apenas seis horas. Em Ibirama, casas foram levadas pela força das águas. No município, abrigos foram abertos para a população.

Equipes da Defesa Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros atuam desde a madrugada no resgate e levantamento de danos. O governo do estado enviou ainda um grupo de resposta e determinou o deslocamento de aeronaves e cães de buscas para atuar nos resgates.

No município de Aurora, o rompimento de um lago atingiu algumas casas provocando danos materiais e alagamentos pontuais. Até o momento, 15 famílias estão desabrigadas em razão da cheia causada por um afluente do Rio Itajaí-Açu.

Previsão
De acordo com a Defesa Civil, para esta quinta-feira, a previsão continua de chuva persistente, e até mesmo volumosa, no centro-leste do estado, principalmente nas regiões da Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte. Nas demais áreas, há chance de temporais isolados nesta tarde, devido ao aquecimento. Para amanhã (18), há risco moderado de temporais em Santa Catarina.

Na manhã deste sábado (19), devem ocorrer temporais isolados no oeste catarinense. Entre a tarde de sábado e a madrugada de domingo (20), pode haver temporais do Extremo Oeste ao Litoral, conforme o avanço de uma frente fria. Há risco moderado a alto para chuva forte com raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo.

A formação e atuação de um intenso ciclone extratropical na costa da Argentina no sábado também pode provocar vento moderado e persistente em Santa Catarina, com rajadas de até 65 quilômetros por hora. Os ventos mais intensos provocados pelo sistema devem ocorrer na Argentina, no Uruguai e no estado do Rio Grande do Sul.



GORVERNO 01 – POST

Contran dá mais um ano de validade para a carteira nacional de habilitação com vencimento em 2020

Se a CNH tiver vencido em dezembro de 2020, por exemplo, o condutor tem até dezembro de 2021 para renovar a habilitação

A Carteira Nacional de Habilitação vencida em 2020 ganhou mais um ano de validade. É o que determina resolução do Contran, Conselho Nacional de Trânsito ,em vigor desde 1º de dezembro. A resolução também trata dos novos prazos da comunicação de venda, transferência de veículos e emissão de notificações de autuação. 

As mudanças foram feitas por causa da Covid-19. Com a medida , a renovação da Carteira Nacional de Habilitação  vencida neste ano ocorrerá de forma gradual em 2021. Se a CNH tiver vencido em dezembro de 2020, por exemplo, o condutor tem até dezembro de 2021 para renovar a habilitação.



Gov_estado – PUBLICIDADE

Alerta: Senado aprova LDO e salário mínimo de R$ 1.088

A regra que previa aumento real, o aumento acima da inflação deixou de vigorar no ano passado

Logo após a Câmara dos Deputados aprovar o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, em votação rápida e simbólica (sem registro de votos no painel eletrônico), a proposta foi aprovada no Senado e agora segue para sanção presidencial.

A LDO define as metas e prioridades do governo para o ano seguinte, orienta a elaboração da lei orçamentária anual e fixa limites para os orçamentos dos poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público.

Na proposta, consta a correção do salário mínimo para R$ 1.088 a partir de janeiro. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 1.045. Foi feita apenas a correção com base na previsão da inflação acumulada no ano, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Não houve, portanto, aumento real. A regra que previa aumento real, o aumento acima da inflação, deixou de vigorar no ano passado.

O texto aprovado nesta quarta-feira (16) estabelece como meta fiscal no próximo ano déficit primário de R$ 247,1 bilhões. Ontem (15), o governo federal modificou o texto, enviado ao Congresso em abril, para ampliar a meta do déficit, inicialmente prevista em R$ 149,61 bilhões. A nova meta indica déficit de R$ 247,1 bilhões para o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) para 2021, sem considerar os juros da dívida pública.

O relator, senador Irajá (PSD-TO), destacou como prioridade o programa de habitação popular Casa Verde Amarela. Irajá incluiu a prorrogação da desoneração da folha de pagamento em 2021. O senador também incluiu um dispositivo no texto para dar mais rapidez à execução das emendas parlamentares impositivas no Orçamento da União. O texto reduz de 90 para 45 dias o prazo para o Executivo publicar os procedimentos e o cronograma de execução das emendas individuais.



PRIMOR – PUBLICIDADE

Governo Federal apresenta hoje o Plano Nacional de Operacionalização da vacina contra a Covid-19

O evento será transmitido ao vivo pelas redes sociais do Ministério da Saúde

O Governo Federal apresenta nesta quarta-feira   à população o Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19. 

O lançamento será às 10 da manhã no Palácio do Planalto e contará com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e do secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Arnaldo Medeiros. O evento será transmitido, ao vivo, pelas redes sociais do Ministério da Saúde.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Dinheiro do Fundeb é da escola pública, aprova Senado; texto volta à Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já adiantou que votará a proposta ainda nesta semana

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (15) o Projeto de Lei (PL) 4.372/2020, que regulamenta, já a partir de janeiro de 2021, como devem ser aplicados os recursos do novo Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), agora de caráter permanente. Com a aprovação, o texto volta à Câmara dos Deputados, pois foi alterado no Senado.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já adiantou que votará a proposta ainda nesta semana, pois a regulamentação precisa ser aprovada este ano para que os recursos do Fundeb, que chegaram a R$ 160 bilhões em 2020, possam ser direcionados a estados e municípios já a partir de janeiro de 2021, devidamente reajustados.

Escolas públicas

O relator, senador Izalci Lucas (PSDB-DF), optou por resgatar o texto original apresentado pelo deputado Felipe Rigoni (PSB-ES), relator na Câmara. Isso porque no plenário da Câmara o texto passou por alterações, abrindo a possibilidade de que escolas privadas, como as vinculadas ao Sistema S, as confessionais, comunitárias e filantrópicas, também recebessem recursos do Fundeb. Mas esta possibilidade sofreu forte rejeição no Senado e, após negociações, optou-se por aprovar a versão final de Izalci Lucas, reservando o Fundeb para a educação pública.

— Aqui preservam-se os recursos para a escola pública. A Câmara distorceu um pouco, colocando recursos do Fundeb para pagamento de folha até de terceirizados de escolas públicas, assim como nas escolas confessionais e comunitárias. Estamos tirando isso, e também o Sistema S. O Sistema S pode fazer convênio com qualquer estado ou município, desde que não seja com recursos do Fundeb. Então vai continuar fazendo o que vem fazendo. Da mesma forma, as escolas comunitárias e confessionais — explicou Izalci.

Segundo dados da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), apresentados pelo senador Paulo Paim (PT-RS), o texto, como saiu da Câmara, tiraria, já a partir de 2021, R$ 16 bilhões do ensino público. Tal possibilidade foi rejeitada pelos senadores. O texto de Izalci foi aprovado de forma unânime, em votação simbólica.

— Seria um golpe sem precedentes contra a escola pública e seus profissionais. O ensino privado, que já recebe R$ 6,7 bilhões de dinheiro público, teria mais R$ 16 bi do Fundeb, reajustado anualmente. Uma farra. É a escola pública que atende mais de 80% dos estudantes brasileiros. Com menor investimento no Fundeb, os mais pobres pagariam a conta outra vez — afirmou Paulo Paim.

O senador Sergio Petecão (PSD-AC) manifestou opinião semelhante. “Se for aprovado o texto como veio da Câmara, vai ser o caos. Milhares de prefeitos não vão poder pagar a folha de pagamento dos professores. É isso o que eu ouvi desde a semana passada no Acre”, disse.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) foi na mesma linha. “Uma das poucas boas notícias que o Brasil comemorou em 2020 foi transformarmos o Fundeb em um fundo permanente, passando de 10% para 23% o percentual de participação da União. Isso representa R$ 12 bilhões. Mas o texto da Câmara, como veio, retira todo este avanço e um pouco mais. Ou seja, demos com uma mão e estávamos retirando com duas”.

O presidente da Comissão de Educação (CE), senador Dário Berger (MDB-SC), ressaltou a penúria de grande parte das escolas públicas. “26% das escolas públicas ainda não têm fornecimento de água tratada. 5% não têm ligação de energia elétrica. 60% não têm ligação de esgoto com a rede pública. 70% não têm bibliotecas e 33% não têm internet. Então o Fundeb tem que ir exclusivamente para o ensino público e seus 2,5 milhões de professores e professoras. Precisamos recuperar o atraso estrutural”.

O senador Esperidião Amin (PP-SC) conclamou a população a manter a pressão sobre os deputados para garantir os recursos à escola pública. “A guerra não terminou, porque na Câmara as mesmas forças que alteraram o texto original estarão presentes. Apelo à sociedade civil, que buscou os senadores, nos mandaram milhares de mensagens para que resgatássemos o texto original, para que continuem a batalha agora na Câmara. Vocês precisam estar vigilantes”, alertou Esperidião Amin.

Também o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, apoiou o relatório de Izalci. “Após a manifestação de representantes do setor da educação e parlamentares, o Senado Federal reverteu as modificações feitas pela Câmara ao texto de regulamentação do Fundeb. Os senadores garantiram a destinação de recursos para o ensino público do país, área que mais carece”, escreveu no Twitter.

Distribuição de recursos

No relatório, Izalci Lucas destaca que a regulamentação do Fundeb garante, dentro de cada estado, maior equidade na distribuição do dinheiro, beneficiando as cidades com menores possibilidades financeiras. O texto ainda reserva 50% dos recursos para a educação infantil.

O projeto cria o Valor Aluno/Ano Resultado (VAAR), determinando que 2,5% da complementação da União devem ser distribuídos às redes educacionais que tiverem melhorias nas taxas de atendimento e no aprendizado, e redução das desigualdades de aprendizado.

Outro indicador determinado pelo projeto é o do Valor Aluno/Ano Total (VAAT), que redistribui o dinheiro diretamente nas redes educacionais que têm o Valor Aluno/Ano menor. Entre as condicionalidades para receber os recursos, estarão o compromisso contra a desigualdade racial, a distribuição do ICMS de acordo com resultados educacionais, e a aprovação de currículos alinhados com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Agência Senado



GORVERNO 01 – POST

Detran realiza blitz educativa itinerante direcionada aos motofretistas

A medida tem o objetivo de contribuir para a segurança no trânsito, já que os motociclistas são as maiores vítimas da violência no tráfego

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realizou no último final de semana uma blitz educativa itinerante voltada aos motofretistas de Natal, Parnamirim e Caicó. A iniciativa teve o objetivo de alertar esses profissionais para medidas de segurança que devem ser tomadas para evitar acidentes ao pilotar uma motocicleta.

A equipe de Educação de Trânsito do Detran percorreu em Natal os bairros de Ponta Negra, Neópolis e Capim Macio, e em Parnamirim, o de Nova Parnamirim, além do centro de Caicó. A ação consistiu em visitar os pontos de lojas onde os motofretistas aguardam o recebimento dos pedidos que devem ser entregues aos clientes.

Nesses locais, os educadores do Detran abordaram os motofretistas passando informações de transporte de cargas, debatendo um pouco sobre os procedimentos de verificação e manutenção do veículo para a pilotagem segura, gestão de risco em duas rodas, verificação regular do veículo, uso adequado dos equipamentos de segurança e técnicas de postura corporal de prevenção de acidentes na condução da motocicleta.

Na ocasião, os educadores aproveitaram para fazer alguns desafios onde foram realizadas perguntas sobre posturas corretas de segurança na condução da motocicleta e aqueles motofretistas que acertavam recebiam brindes como squeeze, adesivo e material educativo.

O Detran vem oferecendo gratuitamente curso de formação profissional e atualização para motofretista de acordo com as exigências determinadas pela resolução 410/2012 do Contran, atendendo o que determina a Lei Federal 12.009/2009, que regulamentou o exercício dessa atividade. A medida tem o objetivo de contribuir para a segurança no trânsito, já que os motociclistas são as maiores vítimas da violência no tráfego.



Gov_estado – PUBLICIDADE