Terminam nesta quinta as inscrições para cursos técnicos profissionalizantes do IFRN. Veja polos no Seridó

Terminam nesta quinta-feira (26) as inscrições para os cursos técnicos profissionalizantes do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). O ingresso dos aprovados acontece no primeiro semestre letivo de 2024.

De acordo com o Instituto, são 1.076 vagas destinadas a quem já concluiu o ensino médio e as inscrições são feitas pela internet. Os cursos estão distribuídos nas unidades do IFRN de: Natal (campi Central; Cidade Alta; Zona Leste e Zona Norte), Apodi, Ipanguaçu, Mossoró, Nova Cruz, Parelhas, Parnamirim, Santa Cruz e São Paulo do Potengi.



Professores dão dicas de como estudar atualidades para o Enem

Buscar informações em veículos de comunicação confiáveis, fazer mapas mentais e até mesmo utilizar a inteligência artificial são formas de ajudar os candidatos que estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a estudar conteúdos da atualidade, como a guerra no Oriente Médio. Segundo os professores entrevistados pela Agência Brasil, os estudantes devem sempre conferir as fontes de informação, questionar e checar, sobretudo, os conteúdos acessados por meio de ferramentas de inteligência artificial.

Além dos livros didáticos, simulados e provas do Enem, buscar conteúdos atuais pode ajudar os estudantes a estarem mais preparados para o exame. Segundo a diretora da Escola de Referência em Ensino Médio Escritor Paulo Cavalcanti, em Olinda (PE), e professora de geografia da Escola Estadual São José, em Paulista (PE), Patrícia Mesquita, o Enem tem cada vez mais buscado uma interdisciplinaridade, ou seja, não há mais questões de conteúdos separados de história ou geografia, por exemplo. Esses conteúdos são trabalhados de forma conjunta. Temas atuais são muitas vezes o fio condutor dessas questões.

“Até uns anos atrás se via que era uma questão de geografia, de história ou de filosofia. Hoje se está conseguindo juntar tudo numa única questão. Às vezes, é isso que dificulta para o estudante, porque ele, infelizmente, na educação básica ainda tem as aulas ministradas em caixinhas. Não se trabalham simultaneamente as quatro disciplinas de humanas”, diz.

De acordo com o professor de história do colégio Mopi, no Rio de Janeiro, Rafael Duarte ler notícias em veículos de comunicação confiáveis pode ser uma forma de estudar. “O ideal é que eles acessem algum veículo de comunicação importante uma vez ao dia e, se há veículos que possuem newsletters, que mandam informações ao longo do dia e vários são voltados para vestibulandos.”

Os professores explicam que assuntos que estão agora na mídia não necessariamente cairão no exame, já que as provas são elaboradas no primeiro semestre do ano. Mas questões como a guerra do Oriente Médio são antigas e aparecem com recorrência nas provas. Informar-se pode ajudar a entender melhor o contexto e a resolver questões. Além disso, essas informações podem servir de repertório na hora de escrever a redação.

Uma dica de Mesquita é que os alunos estudem mapas e também charges, sobretudo sobre guerras e conflitos. “É importante entender que a disputa está naquele espaço, não apenas histórico, mas geográfico e econômico”, diz. Sobre as charges, acrescenta: “A charge é utilizada em todas as áreas do conhecimento, tanto na parte de humanas quanto de linguagens. A charge expressa muito daquele momento, do que está acontecendo.”

Outra dica da professora é a elaboração de mapas mentais. De forma simples, mapas mentais são esquemas ou diagramas que ajudam a explicar conceitos de forma objetiva. O mapa parte de uma ideia principal e, a partir daí, vão sendo acrescentadas informações e conceitos relacionados.

“O ideal é, após ler questões e textos, construir o próprio mapa mental, utilizando todas as canetas coloridas possíveis”, sugere.

Mas não vale trapacear. Segundo Mesquita, é importante que o estudante faça, ele mesmo, esse exercício. “Hoje, a inteligência artificial, se eu solicito, faz um mapa mental do conflito árabe. Aparece tudo, mas eu não fiz aquilo. Fica bonito, mas não tenho aprendizagem. Eu vejo muito isso com meus estudantes. Eles me dizem ‘tenho um mapa mental’, mas quando pergunto ‘essa seta está aqui por quê?’, não sabem responder. Digo: ‘Tá vendo que não foi você que construiu? Quem ficou sabida foi ela, a inteligência artificial, e você?’”, brinca.

Duarte concorda que há riscos em se usar ferramentas de inteligência artificial nos estudos, sobretudo quando se trata de temas atuais ou de conflitos. “Às vezes, [a ferramenta] vai assumir uma perspectiva ou não vai avisar que está assumindo uma perspectiva”, diz o professor, que acrescenta: “O estudante tem que tomar cuidado porque essas posições não são verdades absolutas e dependem também do caminho das perguntas que você faz.”

Um uso dessas ferramentas que pode ser benéfico é pedir para que a inteligência artificial (IA) justifique o gabarito das provas do Enem. Assim, o estudante, tem uma explicação sobre a resolução. Todas as provas e os respectivos gabaritos estão disponíveis no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Essas ferramentas, no entanto, de acordo com o professor, devem ser usadas com cuidado.

“Se você coloca as questões do Enem para a IA e pede que explique gabarito, ela costuma usar um mecanismo que valida o gabarito. Mas, tem que usar com parcimônia porque, como todo tipo de tecnologia, ela tem problemas. Se vai usar para, por exemplo, se informar de atualidades, não recomendo. Para estudar conceitualmente, recomendo fazer uma checagem dupla. Pede para a IA o conceito e, depois, confere em um site confiável. Além disso, ela pode ser uma ferramenta poderosa para poupar tempo de resumo”, diz.

Desde o dia 7, noticiários de todo o mundo colocam em destaque os conflitos entre Israel e Hamas. O ponto de partida para a retomada dessa cobertura mais extensa foi o ataque do grupo islâmico Hamas contra comunidades israelenses próximas à Faixa de Gaza.

O conflito entre Israel e Hamas tem origem na disputa por territórios que já foram ocupados por diversos povos, como hebreus e filisteus, dos quais descendem israelenses e palestinos. Em diferentes momentos, guerras e ocupações, eles foram expulsos, retomaram terras, ampliaram e as perderam.

Enem 2023
O Enem 2023 será aplicado nos dias 5 e 12 de novembro. As notas das provas podem ser usadas para concorrer a vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e a financiamentos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As notas também podem ser usadas para preencher vagas em instituições estrangeiras que têm convênio com o Inep.

Agência Brasil



Inscrições para cursos técnicos do IFRN com 1.076 vagas são prorrogadas até 26 de outubro

Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

As inscrições para as 1.076 vagas ofertadas pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) para cursos técnicos de nível médio, na modalidade subsequente, destinados a quem já concluiu o ensino médio, foram prorrogadas até o dia 26 de outubro.

Os cursos técnicos são ofertados em doze campi do IFRN: Apodi; Ipanguaçu; Mossoró; Natal-Central; Natal-Cidade Alta; Natal-Zona Leste; Natal-Zona Norte; Nova Cruz; Parelhas; Parnamirim; Santa Cruz; e São Paulo do Potengi. O início das aulas é no primeiro semestre de 2024.

A inscrição deve ser feita de forma on-line, na Área do Candidato, no site da Fundação de Apoio ao IFRN (Funcern), que está realizando o processo seletivo.

As provas do processo seletivo estão previstas para o dia 26 de novembro, no horário das 13h às 17h (horário oficial local), nas cidades onde as candidatas e os candidatos, se aprovados, serão matriculados e frequentarão os cursos. A seleção será realizada através de provas de Língua Portuguesa, Matemática e uma produção textual. O resultado final está previsto para o dia 28 de dezembro de 2023.

g1 RN



Ufersa vai ganhar emissoras de rádio e TV

Foto: Eduardo Mendonça

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) assinou um acordo de cooperação com o Governo Federal e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) para a aquisição da emissora de rádio e da estação de TV. Elas vão se chamar, respectivamente, FM Semiárido e TV Ufersa. 

Assim, a instituição e outras 32 universidades federais vão ser contempladas com a expansão da Rede Nacional de Comunicação Pública. Ao todo, serão 51 novas emissoras de rádio e 40 novas estações de televisão, a serem instaladas em todo país com prioridades para as cidades que não contam com emissoras públicas.

A solenidade de assinatura reuniu os reitores das universidades nesta terça-feira (17) no Palácio do Planalto. Segundo a assessoria de comunicação da instituição, ainda não há informações sobre início das operações e o valor dos investimentos.

“Não tenho dúvida que é um marco de grande importância para a nossa instituição”, afirmou a reitora da Ufersa, Ludimilla Oliveira.

Para o presidente da EBC, Hélio Doyle, o projeto de expansão representa o estreitamento de laços entre a comunicação pública e a universidade brasileira. 

“São parcerias que possibilitam a troca de informações com intercâmbios de notícias, promovendo a diversidade e o pluralismo de informações”, disse. 

Atualmente, a Rede Nacional de Comunicação Pública conta com 40 emissoras de rádio e 69 de televisão. Com a ampliação, esses números vão subir para 91 rádios e 118 emissoras de televisão.

O acordo para a expansão da comunicação pública foi assinado pela presidenta da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e a reitora da Universidade de Brasília (UNB), Marcia Abraão; pelo presidente da EBC Hélio Doyle e pelo diretor geral da EBC, Jean de Lima. Outros políticos e gestores também participaram do evento.

Abaixo, as universidades que vão passar integrar o sistema de comunicação pública do Governo Federal:

Rádio e Televisão

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Universidade Federal do Amapá (Unifap)

Universidade Federal do Juiz de Fora (UFJF)

Universidade Federal do Agreste Pernambuco (Ufape)

Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa)

Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG)

Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

Universidade Federal Fluminense (UFF)

Televisão

Universidade Federal do Pará (UFPA)

Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab)

Universidade Federal Rio de Janeiro (UFRJ)

Universidade Federal São Carlos (Ufscar)

Universidade Federal do Cariri (UFCA)

Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)

Rádio

Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)

Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Universidade de Brasília (UnB)

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Agência Saiba Mais



Governo do RN anuncia promoção para professores e novo concurso para a rede estadual de ensino

A governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra anunciou promoção e novo concurso para rede estadual de ensino. Ela aproveitou o Dia do Professor (15)  para fazer dois anúncios. O primeiro é que o Governo do Estado está implementando a promoção vertical de 1300 profissionais da educação estadual.

“São profissionais que fizeram a sua qualificação e merecidamente têm agora o seu direito assegurado e respeitado de valorização salarial e profissional”, disse a governadora, saudando todos os colegas neste 15 de outubro. As promoções de nível representam um investimento de cerca de R$ 10 milhões por mês.

Quanto ao concurso, a professora Fátima Bezerra aproveitou a data para assinar a autorização para sua realização. Serão novas vagas para a rede estadual de ensino. Segundo a governadora, a chegada dos novos profissionais irá colaborar para a melhoria da qualidade do ensino da rede estadual de educação.

“Que Paulo Freire continue nos inspirando, para que sigamos na nossa caminhada, lutando pela valorização do profissional de educação. Por uma educação pública inclusiva e de qualidade para todos e todas”, disse Fátima.

Ponta Negra News



UFRN anuncia período de inscrições para novo Processo Seletivo de Professores Substitutos

A partir do dia 16 de outubro de 2023 serão recebidas as inscrições para o novo Processo Seletivo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que busca a formação de cadastro reserva para possível admissão de Professores Substitutos.

As oportunidades serão destinadas à docentes das áreas de Física / Matemática Aplicada; Programação Orientada a Objetos e Programação Web; Fisiologia e Sistemática Vegetal; Engenharia de Aquicultura; Biologia Celular e Molecular; Farmacologia; Microbiologia Básica e Clínica; Saúde do Idoso na Atenção Primária; Dermatologia; Doenças do Sistema Nervoso (Neurologia); Ginecologia e Obstetrícia; Ciências Humanas e Sociais em Alimentação e Nutrição; Enfermagem na Atenção Básica e na Média Complexidade; Cirurgia Plástica e Restauradora; Dispositivos eletrônicos auxiliares de audição (audiologia); Saúde Coletiva; Audiologia Clinica; Voz; Política, Planejamento e Gestão; Fundamentos Matemáticos para Computação; Geofísica Geral; Meteorologia; Ciências Atuariais / Demografia; Psicologia Geral e Clínica; Literatura Portuguesa; Ciências Sociais; Jornalismo; Economia do Setor Público; Didática e Tecnologias da Educação; Didática e Ensino de Matemática; Didática e Ensino de Ciências; Inteligência Artificial; Tecnologia de Alimentos de Origem Animal, Análise Sensorial de Alimentos, Química e Bioquímica de Alimentos; Sistemas de Energia Elétrica; Sistemas de Telecomunicações; Recursos Hídricos; Geotecnia; Engenharia de Estruturas; Sistemas de Telecomunicações; Telecomunicações; Instrumentação Biomédica / Instrumentação Eletrônica; Ciência, Tecnologia e Sociedade; Linguagens de Programação; Big Data e Programação; Internet das Coisas e Programação; Violoncelo e Música de Câmara; Educação Musical, Prática de Ensino e Estágio Supervisionado; Ensino tutorial em Medicina / Habilidades Clínicas / Ensino baseado na comunidade / Internato; Medicina de Família e Comunidade/Vivência Integrada na Comunidade/Internato e Residência; Oftalmologia / Ensino Tutorial / Habilidades e Comunidade / Internato; Cardiologia / Ensino Tutorial / Habilidades e Comunidade / Internato; Pediatria / Ensino Tutorial / Habilidades e Comunidade / Internato; Ginecologia / Ensino Tutorial / Habilidades e Comunidade / Internato; Enfermagem com Ênfase em Saúde da Mulher – Média e Alta Complexidade; Enfermagem na Média e Alta Complexidade; Nutrição Clínica; Sociologia; Psicologia da Saúde e Hospitalar; Método de Pesquisa e Psicologia Geral; Administração e Teoria Geral do Turismo e Gestão.

Estes profissionais atuarão em jornadas de 20 a 40 horas semanais de trabalho, com remunerações que variam de R$ 2.437,59 a R$ 7.014,02 ao mês, de acordo com a titulação do profissional. Para concorrer, é necessário possuir formação de nível superior e titulação de aperfeiçoamento, especialização, mestrado ou doutorado, além de ser brasileiro ou naturalizado e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares. Aqueles que desejarem concorrer poderão realizar as inscrições até às 23h59, no horário local, do dia 26 de outubro de 2023 apenas de maneira online por meio do endereço eletrônico da UFRN.

Para que as candidaturas sejam homologadas será necessário realizar o pagamento de taxa no valor de R$ 50,00. A isenção poderá ser concedida àqueles que estejam inscritos no CadÚnico do Governo Federal ou que sejam doadores de medula óssea, sendo que os interessados no benefício devem se inscrever entre os dias 16 e 25 de outubro de 2023. Os concorrentes serão classificados por meio de prova didática e avaliação de títulos, que deverão ser aplicadas no período de 16 de novembro de 2023 a 2 de dezembro de 2023.

Em caso de empate, serão levados em consideração os critérios de maior idade, possuir maior nota na prova didática ou ter exercido a função de jurado. Este Processo Seletivo terá validade pelo período de um ano, com a possibilidade de prorrogação por tempo semelhante caso seja necessário.



Campi da UFRN de Currais Novos oferece auxílio-alimentação. Veja detalhes

Foi divulgado, pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proae), o Edital de Processo Seletivo de inscrições e renovações para o auxílio-alimentação destinado aos discentes regularmente matriculados nos cursos de pós-graduação stricto sensu nos campi de Caicó (Ceres), Santa Cruz (Facisa) e Currais Novos (Felcs). 

O auxílio, oferecido por meio da Assistência Social e Ações de Permanência (Dasap), tem o objetivo de assegurar condições básicas aos estudantes em vulnerabilidade social para que possam ter uma permanência de qualidade na Instituição, buscando reduzir os índices de evasão escolar pela ausência de condições financeiras. Para participar do processo seletivo, o discente deve ter aderido ao Cadastro Único, sendo identificado como aluno prioritário.

O auxílio terá o valor de R$ 400 e será concedido até o final do período letivo. Caso seja necessário, a Proae analisará a possibilidade de prorrogação. Se o aluno já estiver inscrito para o processo seletivo do auxílio-moradia, não deve se inscrever para o auxílio-alimentação.

O prazo final para as inscrições, seja para adesão ou renovação, será o dia 20 de outubro, e a publicação de aditivos com as datas do resultado parcial será no dia 24 de outubro. Para mais informações, o discente deve consultar o Edital e conferir se atende a todos os pré-requisitos e cumpre as orientações descritas.



Enem 2023: estão abertas inscrições para pessoas privadas de liberdade

Foto: Divulgação

Estão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2023. O procedimento deve ser realizado pelo responsável pedagógico da unidade prisional ou de internação, por meio do Sistema PPL, entre os dias 9 e 27 de outubro. As provas serão aplicadas nos dias 12 e 13 de dezembro.

Até o dia 27, os órgãos de administração prisional e socioeducativa ainda podem aderir ao Enem PPL 2023 e realizar a inscrição dos estudantes interessados. A adesão, cujo prazo começou em 2 de outubro, deve ser feita por e-mail ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), conforme o modelo de ofício constante no edital do exame.

O Enem PPL têm o mesmo nível de dificuldade do Enem regular. A única diferença está na aplicação, que ocorre dentro de unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órgãos de administração de cada estado e do Distrito Federal.

O exame é aplicado desde 2010 pelo Inep. Além de ser a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, o Enem PPL avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica e visa contribuir para elevar a escolaridade da população prisional brasileira.



IFRN abre editais para cursos de graduação com mais de 600 vagas

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) está ofertando 638 vagas em cursos de graduação, com às aulas programadas para começarem no primeiro semestre de 2024. Ao todo, são dois editais.

O acesso acontece através das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, 2021 e 2022. Os candidatos precisam informar o ano da edição do Enem que desejam utilizar para concorrer e as inscrições vão até o dia 6 de novembro no Portal do Candidato do IFRN.



Secretaria de Educação de Natal planeja concurso com mais de 700 vagas

Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Educação (SME) de Natal planeja a realização de um concurso público com 710 vagas em diversos cargos. Para que o certame seja efetivado, a pasta aguarda aprovação de um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal de Natal. Esse projeto permitirá o lançamento do edital do concurso e a contratação da banca examinadora. A informou foi confirmada nesta quinta-feira (5).

De acordo com a SME, há um déficit de professores da rede municipal de ensino. A expectativa é realizar o concurso a tempo de permitir que os novos professores comecem a trabalhar no ano letivo de 2024.

As vagas devem ser destinadas a professores da educação infantil, fundamental, intérpretes de libras e professores para o Atendimento Educacional Especializado (AEE).

Tribuna do Norte