Covid-19: em um dia, RN soma 33 novas mortes

. Especificando por regiões, esse percentual se apresenta da seguinte forma: Metropolitana (92,2%), Oeste (98,1%) e Seridó (87,5%)

O Rio Grande do Norte registra, neste sábado (10), um aumento de 33 mortes provocadas pela covid-19. Desse total,14 aconteceram nas últimas 24 horas nas cidades de Natal (03), Mossoró (03), Currais novos (01), Caico (01), Santo Antônio (01), Lagoa Salgada (01), Jardim do Seridó (01), São Gonçalo do Amarante (01), Parnamirim (01) e Paraú (01). Ao todo, o estado potiguar contabiliza 4.868 pessoas que perderam a vida em decorrência do coronavírus. Há ainda 967 óbitos em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com a doença. 

Os dados, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), também mostraram que, em um dia, houve um aumento de 1.111 novos casos confirmados da covid-19, elevando para 206.360 o número acumulado de pessoas que já se infectaram pela doença no RN. Há ainda 54.005 casos considerados suspeitos. 

Sobre a situação dos hospitais, a plataforma Regula RN mostrou que, neste sábado, a taxa de ocupação geral de leitos críticos é de 93,4%. Especificando por regiões, esse percentual se apresenta da seguinte forma: Metropolitana (92,2%), Oeste (98,1%) e Seridó (87,5%):  

Ainda segundo o Regula RN, há um total de 685 pacientes internados para tratamento da covid-19, sendo 354 em leitos críticos e 331 em leitos clínicos. Há 96 pacientes na fila de espera por uma vaga, dos quais 69 aguardam por uma UTI ou semi-intensiva e 27 por um leito de enfermaria. 



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Plataforma informa em tempo real dados sobre pontos de vacinação contra a Covid-19 em Natal

O sistema é simples e está sendo atualizado de hora em hora

Em apenas um clique, o natalense vai saber qual o melhor local para poder receber a vacina contra a covid-19. A Prefeitura de Natal lançou, nesta sexta-feira (09), uma ferramenta online oferecendo esse serviço à toda população. Pelo endereço eletrônico https://vacina.natal.rn.gov.br/, o cidadão poderá saber em qual ponto do sistema de drive-thru poderá ser atendido de forma mais segura e rápida.

Além disso, o portal conta com o Vacinômetro, trazendo o número de pessoas vacinadas até o momento, bem como o total de alimentos arrecadados pela campanha Vacina Solidária.

O sistema é simples e está sendo atualizado de hora em hora. Nesse primeiro momento, estão listados no site os oito pontos de vacinação no sistema drive-thru (shopping Via Direta, ginásio Nélio Dias, Palácio dos Esportes, sede da OAB/RN, UNP Roberto Freire, Sesi e Arena das Dunas) e os seis pontos onde há aplicação para os pedestres (shopping Via Direta, Nélio Dias [idosos e profissionais da saúde], sede da OAB/RN, Sesi e UNP Roberto Freire). 

Ao acessar, o usuário saberá se o local está com acesso sem fila, moderada ou intensa. Caso a aplicação no local tenha fechado, o aviso será de fila encerrada. De acordo com o aplicativo, na tarde desta sexta-feira (9), já foram aplicadas 177.164 doses em Natal, e arrecados 1427 kg de alimentos da campanha Vacina Solidária. 

Segundo o prefeito Álvaro Dias, a Prefeitura tem buscado “alternativas no desenvolvimento de ferramentas digitais em todas as suas áreas para facilitar ao máximo o acesso do cidadão aos serviços oferecidos pelo poder público municipal”. 

A secretária municipal de Planejamento, Joanna Guerra, destaca que houve um esforço conjunto da sua pasta (Sempla) com as secretarias municipais de Governo, Saúde e Mobilidade Urbana e com a Infinita Imagem, que doou o layout do portal. “Vamos seguir aperfeiçoando a plataforma para oferecer ainda mais funcionalidade, comodidade e segurança aos usuários”, afirma a secretária. 

Clique aqui e confira



GORVERNO 01 – POST

Testes para vacina contra HIV têm resultados promissores

Segundo os pesquisadores, o estudo aponta um caminho para o desenvolvimento de uma vacina e para as próximas fases do ensaio clínico

Um teste para o desenvolvimento de uma vacina voltada a combater o vírus do HIV teve resultados promissores, segundo os laboratórios responsáveis. O projeto para encontrar um imunizante contra a vírus é conduzido pelo Iniciativa Internacional HIV Aids em parceria com a instituição de pesquisa Scripps Research.

Segundo as instituições, os testes clínicos da Fase 1 mostraram sucesso no estímulo a células raras, primeiro passo para a geração de anticorpos nos pacientes infectados pelo vírus. Entre os participantes do ensaio clínico, 97% apresentaram esses efeitos.Segundo os pesquisadores, o estudo aponta um caminho para o desenvolvimento de uma vacina e para as próximas fases do ensaio clínico.

Agora, a Iniciativa Internacional HIV Aids e a instituição Scripps Research devem firmar uma parceria com a farmacêutica Moderna (que também tem desenvolvido vacinas contra o novo coronavírus) para testar uma vacina baseada na tecnologia mRNA.

Mutações

A dificuldade no desenvolvimento de um imunizante contra o HIV, que atinge 38 milhões de pessoas em todo o mundo, está relacionada ao fato deste ser um vírus que sofre mutações constantemente, criando obstáculos à ação do sistema imunológico.

Os pesquisadores trabalham para desenvolver substâncias que possam produzir o que chamam de “anticorpos altamente neutralizantes”, proteínas que tenham condição de combater a reprodução do HIV.

Os responsáveis pelo estudo acreditam que a pesquisa pode contribuir não somente para esse esforço no combate ao vírus HIV, mas também para a fabricação de imunizantes contra outros vírus e doenças, como Influenza, dengue, Zika e hepatite C.  

Agência Brasil



Publicidade Ismael 02

Hospital Regional do Seridó anuncia alta hospitalar para mais 05 pacientes confirmados Covid-19

O Hospital Regional do Seridó anunciou que mais 05 pacientes confirmados COVID-19 tiveram alta hospitalar no referido Hospital, no dia 04/04 após a emissão do boletim e neste dia 05/04:

Município de residência dos pacientes:
📍Parelhas – 02
📍Serra Negra – 01
📍Florânia – 01
📍Ipueira – 01

Os pacientes ficarão em isolamento domiciliar monitorados pela secretaria de saúde do seu município.

altahospitalar #vencendoacovid

HRS31anos

useamáscara

nãoaglomere

higienizeasmãos

▪️
@hrserido
▪️
Ouvidoria: (84) 98184-2042
3232- 6505/ 3232-3536
(SESAP) – 0800 084 2020
[email protected]



Publicidade Ismael 02

Estudo nos Estados Unidos prevê 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil durante mês de abril

O Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde, da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, prevê 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil ao longo do mês de abril.

Segundo o estudo da instituição, — que considera fatores como a disseminação de variantes do vírus, uso de máscaras e respeito ao distanciamento social — o número de mortos pode saltar dos atuais 330.297 óbitos, registrados nesse sábado (3), para 436 mil em 4 de maio.

A universidade projeta três cenários para o país, e os números são referentes ao pior deles. (Veja abaixo as considerações da universidade para cada cenário)

Esse total pode cair para 429 mil mortes caso 95% da população use máscara em público.

A universidade projeta ainda que até o final do primeiro semestre o Brasil atinja a marca de 595 mil mortes no pior cenário. No caso da adoção de máscaras em público por 95% da população, esse número pode cair para 507 mil.

VEJA OS TRÊS CENÁRIOS POSSÍVEIS:

1- Cenário atual

Total de mortos na pandemia até os próximos 30 dias: 436.151
Total de mortos na pandemia até o final do 1º semestre: 595.521

Neste cenário, a universidade considera:

  •     Mobilidade dos não vacinados seguindo o padrão apresentado no último ano;
  •     25% dos vacinados voltando a se deslocar como faziam antes da pandemia;
  •     Variantes britânica, sul-africana e brasileira se espalhando entre regiões vizinhas no ritmo já registrado no Reino Unido;
  •     Casos diminuindo entre os que se vacinaram há 90 dias.

2- Pior cenário

Total de mortos na pandemia até os próximos 30 dias: 434.702
Total de mortos na pandemia até o final do 1º semestre: 519.018

Neste cenário, a universidade considera:

  •     Deslocamento de quem ainda não foi vacinado se mantendo como no último ano;
  •     Todos os vacinados voltando a se deslocar nos níveis pré-pandêmicos;
  •     Variantes brasileira e sul-africana começando a se espalhar em locais aonde ainda não haviam chegado;
  •     Eficiência da vacinação sendo inferior diante da variante sul-africana;
  •     Uso de máscaras caindo entre os vacinados.

3 – Cenário com uso de máscaras em público por 95% da população

Total de mortos na pandemia até os próximos 30 dias: 429.634
Total de mortos na pandemia até o final do 1º semestre: 507.113

  •     Mobilidade dos não vacinados seguindo o padrão apresentado no último ano;
  •     25% dos vacinados voltando a se deslocar como faziam antes da pandemia;
  •     Variantes britânica, sul-africana e brasileira se espalhando entre regiões vizinhas no ritmo já registrado no Reino Unido;
  •     Uso correto da máscara sendo adotado por 95% da população.


Prefeitura Currais Novos Publicidade

RN registra 28 novas mortes pela covid-19, sendo 14 nas últimas 24 horas

Ainda segundo o Regula RN, há um total de 677 pacientes internados para tratamento da covid-19 – Imagem Ilustrativa

O Rio Grande do Norte registra, neste sábado (3), um aumento de 28 mortes provocadas pela covid-19. Desse total, 14 aconteceram nas últimas 24 horas nas cidades de Natal (07), Mossoró (03), Jardim do Seridó (01), Grossos (01), Parnamirim (01)e São Miguel (01). Ao todo, o estado potiguar contabiliza 4.616 pessoas que perderam a vida em decorrência do coronavírus. Há ainda 890 óbitos em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com a doença. 

Os dados, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), também mostraram que, em um dia, houve um aumento de 1.076 novos casos confirmados da covid-19, elevando para 199.070 o número acumulado de pessoas que já se infectaram pela doença no RN. Há ainda 50.543 casos considerados suspeitos. 

Sobre a situação dos hospitais, a plataforma Regula RN mostrou que, neste sábado, a taxa de ocupação geral de leitos críticos é de 97,1%. Especificando por regiões, esse percentual se apresenta da seguinte forma: Metropolitana (97,4%), Oeste (96,3%) e Seridó (97,5%):  

Ainda segundo o Regula RN, há um total de 677 pacientes internados para tratamento da covid-19, sendo 365 em leitos críticos e 312 em leitos clínicos. Há 67 pacientes na fila de espera por uma vaga, dos quais 51 aguardam por uma UTI ou semi-intensiva e 16 por um leito de enfermaria. 



Prefeitura Currais Novos Publicidade

Alerta! Pesquisadora prevê abril tão triste quanto março por alta de mortes de Covid-19

Entre abril e o início de maio, é possível que seja alcançado o pico de cinco mil mortos

Depois de ter previsto com acerto que março seria o mês mais triste e letal da pandemia de Covid-19, a pesquisadora Margareth Dalcolmo, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) segue pessimista com o mês abril, iniciado nesta quinta-feira. Isto, pela disseminação das variantes de preocupação do novo coronavírus, principalmente, da amazônica (P1), mais contagiosa, e pelo aumento do número de casos provocados pelas interações sociais do verão. 

Março deixou um saldo de 66.868 mortos em todo o país. Mais que o dobro registrado em julho de 2020, quando o país alcançara o ápice da primeira onda, quando 32.912 brasileiros perderam a vida para a Covid-19. No Rio de Janeiro, a prevalência da variante amazônica já chega a 83%, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. 

Esse cenário faz a pesquisadora projetar um mês difícil. “O mês de abril será o mais triste de nossas vidas, pelos mesmos motivos (que março). Esperamos que a sociedade colabore. Dessa vez, ainda mais jovens estão ficando doentes”, lamenta a pesquisadora. 

Abril começa também com uma herança delicada. No último dia de março, o país registrou o maior número de óbitos confirmados em um intervalo de 24 horas: 3.950. O número se aproxima da marca projetada pelo pesquisador Márcio Watanabe, professor da Faculdade de Estatística da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, Região Metropolitana do Rio, e pós-doutor em Epidemiologia. 

Em sua pesquisa “Detecção precoce da sazonalidade e predição de segundas ondas na pandemia de Covid-19”, Watanabe avaliou, por meio de um modelo matemático-epidemiológico feito a partir da evolução da curva de casos e óbitos diários em 50 países, que a situação tende a se agravar no outono. Entre abril e o início de maio, é possível que seja alcançado o pico de cinco mil mortos. 

“Infelizmente, o ritmo de crescimento é rápido. A tendência maior é que, se chegarmos a cinco mil mortos, isso aconteça já na próxima semana. Algumas medidas têm sido tomadas. Rio e São Paulo, por exemplo, adotaram feriadão de dez dias. Isso vai dar uma achatada no crescimento nos dois estados, mas eu não acredito que só o feriadão seja suficiente para fazer os casos caírem em São Paulo. A tendência é que esse crescimento comece a desacelerar, já que os dois estados são os responsáveis pela maior parte dos óbitos”, avalia.

Na quarta-feira, último dia de março, São Paulo atingiu o recorde estadual de mortes provocadas pela doença: 1.209. No Rio de Janeiro, as 294 vidas perdidas representam o terceiro maior número diário desde o início da pandemia.

CNN



Publicidade Ismael 02

Fiocruz recebe insumos para produzir mais 12 milhões de vacinas

As 23 milhões de doses serão produzidas pela própria Fiocruz e, uma vez prontas, serão entregues ao Ministério da Saúde, entre abril e maio

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebe hoje (27), no Rio de Janeiro, mais duas remessas de insumo farmacêutico ativo (IFA) suficientes para produzir 12 milhões de doses de vacina Oxford/AstraZeneca, usada na imunização da covid-19. A previsão é que o produto, procedente da China, chegue ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Tom Jobim/Galeão) às 18h deste sábado.

Na última quinta-feira (25), a Fiocruz já havia recebido uma remessa para produzir 6 milhões de doses. Na próxima semana, está prevista a chegada de uma nova carga suficiente para fabricar 5 milhões de vacinas. As 23 milhões de doses serão produzidas pela própria Fiocruz e, uma vez prontas, serão entregues ao Ministério da Saúde, entre abril e maio.

Vacinas prontas

Este mês, a Fiocruz já produziu e entregou 1,8 milhão de doses de vacinas produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Ainda está prevista a entrega de mais 2,1 milhões de doses na próxima semana.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Rio Grande do Norte confirma 40 novas mortes pela covid-19, sendo 11 nas últimas 24 horas

Isso elevou para 4.249 o número de pessoas que perderam a vida para doença no estado potiguar

O Rio Grande do Norte registrou, nesta quarta-feira (24), 40 novas mortes provocadas pela covid-19. Desse total, 11 ocorreram nas últimas 24 horas nas cidades de Natal (04), Mossoró (02), Serra negra do norte (01), Santa Maria (01), São Paulo do Potengi (01), Janduís (01) e Santa Cruz (01). Isso elevou para 4.249 o número de pessoas que perderam a vida para doença no estado potiguar. 

Os dados foram atualizados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). A atualização também mostrou que há ainda outros 918 óbitos em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com o novo coronavírus. Houve também um aumento no número de casos confirmados. Foram 1.587 confirmações em apenas um dia, elevando para 188.428 o quantitativo acumulado de casos confirmados da doença no RN. Há ainda 67.408 casos considerados suspeitos. 

Sobre a situação dos hospitais, o Regula RN mostrou que, no início da tarde desta quarta-feira (24), o estado registra uma taxa geral de ocupação de leitos críticos de 94,5%. Especificando por regiões, se apresenta da seguinte forma: metropolitana (91,1%), oeste (100%) e seridó (100%).

Ao todo, há 671 pacientes internados para tratamento da covid-19 neste momento no serviço público de saúde. Desse total, 344 estão em leitos críticos e 327 em leitos clínicos. Há ainda 181 na fila de espera por uma vaga, sendo que 119 precisam de um leito de UTI ou semi-intensiva e 62 aguardam por uma vaga de enfermaria.



GORVERNO 01 – POST

Currais Novos registra mais 28 casos de Covid-19

A Prefeitura de Currais Novos lamenta profundamente e externa as condolências à família da vítima

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, confirma na tarde desta quarta-feira (24), mais vinte e oito (28) novos casos registrados nas últimas 24h, totalizando 2959 casos de Covid19 e, infelizmente, o 59º óbito no município de Currais Novos.

A Prefeitura de Currais Novos lamenta profundamente e externa as condolências à família da vítima.



Midia SL