Rio Grande do Norte tem mais de 300 mortes por Covid-19; 37 óbitos foram confirmados nas últimas 24h

Cipriano Maia, secretário da Saúde, informou durante coletiva do Governo do RN, realizada neste sábado (30)

O Rio Grande do Norte contabiliza 305 mortes por Covid-19 neste sábado (30), segundo informações do Portal Covid-19 da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap/RN). Destes, 37 óbitos foram confirmados nas últimas 24h.

Cipriano Maia, secretário da Saúde, informou durante coletiva do Governo do RN, realizada neste sábado (30), que ainda há 64 mortes em investigação. O número de casos confirmados aumentou para 7402, tendo um aumento de 393 casos. Destes, 1410 estão curados da doença. Também há 14.172 casos suspeitos.



Prefeitura Currais Novos Publicidade

Óbitos por Covid-19 no RN sobem para 267; 60 casos estão em investigação

Há 60 mortes em investigação

O Rio Grande do Norte tem até o momento 267 óbitos por Covid-19, dos quais 7 foram registrados nas últimas 24h. São 6.463 casos confirmados da infecção, 14.905 supeitos e 12.552 descartados. Há 60 mortes em investigação. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (29).

No estado, há 530 pessoas internadas por causa da doença, das quais 259 estão em leitos críticos, e as demais, em leitos clínicos. O número de pacientes à espera de regulação (internação) é de 90. Desse total, 4 são prioridade “1”; já os classificados como prioridade “2” são 26. Os demais (60), são prioridades “3” e “4”, as mais leves.

Leitos

A taxa de ocupação de leitos destinados a tratar o novo coronavírus em todo o RN está distribuída da seguinte maneira:

  • Região Oeste: 97%
  • Grande Natal: 97%
  • Pau dos Ferros: 75%
  • Seridó: 40,9%


Publicidade Ismael 02

MPRN lança sistema para acompanhar Portais da Transparência para acompanhar execução orçamentária ao combate do Covid-19

Para se chegar ao ranking, a ferramenta utiliza dados sobre a população (quantidade de habitantes por Município) obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE)

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) desenvolveu um sistema capaz de verificar os Portais de Transparência dos municípios, de forma automatizada e perene, acompanhando a execução orçamentária especialmente dos gastos com ações de serviço de saúde e de combate ao novo coronavírus (Covid-19). O sistema Confúcio foi pensado e implementado pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Patrimônio Público (Caop-Patrimônio).  

A equipe do Laboratório de Ciência de Dados do Gaeco desenvolveu crawlers (robôs) que varrem três vezes ao dia os portais da transparência dos municípios, sendo criado um ambiente de monitoramento a partir dos dados coletados. A ferramenta identifica se há compatibilidade dos sítios eletrônicos com a legislação pertinente, bem como a conformidade dos gastos públicos, oferecendo informações à sociedade e aos membros do MPRN, estabelecendo pontuações.  

Dos 167 municípios potiguares, nenhum atingiu a pontuação máxima (400 pontos), entretanto o município de Serra Negra do Norte atingiu a maior pontuação com 375 pontos dos 400 possíveis. Já os municípios de Afonso Bezerra, Caiçara do Norte, Espírito Santo, Luís Gomes, Messias Targino, Pedro Velho, Santa Maria, São Paulo do Potengi e São Pedro obtiveram nota zero por não terem portais da transparência em funcionamento durante o período de monitoramento. O ranking é dinâmico e muda constantemente conforme os Municípios forem alimentando seus portais. 

Para se chegar ao ranking, a ferramenta utiliza dados sobre a população (quantidade de habitantes por Município) obtidos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE); e sobre repasses federais (valores recebidos pelos entes públicos para enfrentamento à pandemia) junto à Controladoria Geral da União (CGU).  Além disso, o Sistema Confúcio também verifica se há uma aba específica “Covid” no Portal da Transparência, onde devem constar todas as informações sobre as despesas para enfrentamento ao vírus, conforme legislação. 

A ferramenta ainda se baseia em quatro critérios para classificar os Portais de Transparência, sendo: 1) Saúde do Portal; 2) Qualidade dos dados do portal; 3) Disponibilidade do Portal; 4) Usabilidade. Cada critério é pontuado de 0 a 100 pontos.  

Para o primeiro critério, Saúde do Portal, é avaliada a própria existência do Portal de Transparência e se há a aba Covid. Não dispondo de portal, a pontuação é de 0 pontos, ficando prejudicado o restante da análise; havendo portal de transparência, sem a aba Covid, pontuação é de 50 pontos; havendo portal com a aba Covid, a pontuação é de 100 pontos.  

No critério Qualidade dos Dados é feito a verificação de três pontos, a saber: 1) a existência de um formulário de busca dos dados do portal de transparência; 2) se os dados disponíveis pelo portal de transparência são apresentados de forma tabulada, ou seja, com o formato de uma tabela com linhas e colunas; 3) se o portal de transparência possui link ou área destinada para o download dos dados disponíveis. 

O critério Usabilidade observa funcionalidades necessárias ao usuário para tomar conhecimento sobre a Administração Pública municipal e ter possibilidade de interação com o gestor. São avaliados: 1) Disponibilização de e-mail para contato; 2) Disponibilização de telefone para contato; 3) Disponibilização de FAQ / Perguntas Frequentes; 4) Avalia se o site tem Glossário. Cada um dos itens, confere 25 pontos ao Município. 

O quarto critério observado diz respeito à Disponibilidade do Portal de Transparência ao público. São realizados três testes diários para constatar se o site está online. O percentual obtido é a razão entre a quantidade de vezes que o site estava funcionando e o número de tentativas de acessos ao portal, pelo Confúcio.  

Para o promotor dde Justiça Fausto França, coordenador do Gaeco, “o sistema funciona como uma espécie de ‘transparência dos portais da transparência’, possibilitando ao cidadão comparar como está a política de acesso à informação no seu Município, tendo parâmetros objetivos. Trata-se de um esforço com foco na questão do Covid-19, mas que pretendemos manter como ferramenta permanente, sendo aperfeiçoada continuamente com o lançamento de novas versões e funcionalidades em expansão”. 

Já o coordenador do Caop-Patrimônio, promotor de Justiça Rafael Galvão, explicou que “há tempos que o Ministério Público cobra a implantação e efetividade dos portais da transparência e com o Confúcio ganhamos um reforço de fiscalização tecnológica que permitirá ao CAOP fazer um acompanhamento diário e gerar alertas, articulando-se na sequência com as Promotorias e Prefeituras as correções necessárias para fazer valer a lei do acesso à informação. A existência e a correta alimentação dos portais é pilar para fiscalização de várias políticas pública, inclusive das ações relativas ao Covid-19, de modo que preocupa a falta de alimentação de alguns Portais porque impede ou dificulta bastante o controle social e dos órgãos de fiscalização competente”. 



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Rio Grande do Norte tem a segunda maior taxa de contágio de coronavírus do Brasil

O cálculo para obter as taxas leva em consideração o crescimento da infecção e o número de recuperados, além de normatizar o ciclo ativo da doença em 20 dias

O Rio Grande do Norte atingiu, nesta quinta-feira (28), 255 mortes causadas pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Há mais de 5 mil potiguares infectados, de acordo com os mais recentes dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). A capacidade de transmissão do vírus em cada estado brasileiro foi medida por uma pesquisa e, contrariando o que acredita a Sesap, o RN ficou com a segunda maior taxa de contágio do País – atrás apenas de Goiás.

Os índices nacionais foram levantados pelo grupo Covid-19 Analytics, da PUC-Rio, e medem a expansão dos casos confirmados da doença em cada localidade. O cálculo para obter as taxas leva em consideração o crescimento da infecção e o número de recuperados, além de normatizar o ciclo ativo da doença em 20 dias.

Segundo o levantamento, a taxa de contágio no Rio Grande do Norte é de 4,88, ou seja, cada potiguar infectado deve transmitir o coronavírus para, em média, quatro pessoas. Inicialmente, o índice estava em 1,9 no último dia 8, mas avançou durante o mês. O Estado fica atrás apenas de Goiás, no Centro-Oeste, que registrou taxa de 5,63 nesta quinta (28).

A Sesap, no entanto, rebateu o número durante entrevista coletiva na quarta (27). Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de Vigilância Epidemiológica da secretaria, afirmou que a taxa de contágio no estado varia entre 1,9 e 2,1. Ainda de acordo com o grupo Covid-19 Analytics, a taxa necessária para estabilizar a pandemia é a de 1,0, significando que uma pessoa infectada deve contaminar apenas mais uma pessoa. Mas a taxa média de reprodução no País está em 1,92 atualmente.



Midia SL

RN contabiliza mais 13 mortes nas últimas 24h e agora soma 255 óbitos por Covid; taxa de ocupação hospitalar no Seridó é de 40, 9%

Segundo o último levantamento da Sesap, divulgado na quarta-feira (27), foram 5.630 casos confirmados da infecção, 14.035 suspeitos e 11.207 descartados

O Rio Grande do Norte já contabiliza 255 mortes por Covid-19, segundo atualização da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) nesta quinta-feira (28). A Sesap informou que teve um problema no bancos de dados, por isso, os números de casos confirmados da infecção, suspeitos e descartados não foram divulgados.

Segundo o último levantamento da Sesap, divulgado na quarta-feira (27), foram 5.630 casos confirmados da infecção, 14.035 suspeitos e 11.207 descartados.

Taxa de Ocupação

A taxa de ocupação nas unidades hospitalares destinadas a tratar o novo coronavírus no estado está distribuída da seguinte maneira:

  • Região Oeste: 100%
  • Pau dos Ferros: 62,6%
  • Grande Natal: 100%
  • Seridó: 40,9%


Publicidade Ismael 02

RN: Profissionais da saúde representam 22% dos casos de Covid-19

A Sesap registra a ocorrência de 12 óbitos de profissionais de saúde

O Rio Grande do Norte registrou até o dia 25 de maio, data do último levantamento feito para Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), um total de 1.092 profissionais de saúde que foram infectados pelo coronavírus. Isso representa 22% de todos os casos confirmados da Covid-19 no Estado até aquela data (4.774).

De acordo com os dados da Sesap, 606 profissionais da saúde com Covid-19 exercem atividades laborais. Deste total, 247 em instituições públicas e outros 141 em instituições de serviço privado. Outros 218 profissionais da saúde trabalham em instituições públicas e privadas. A pasta não informou se os profissionais seguem afastados dos postos de trabalho.

Desses casos, ainda segundo a Sesap, 83 profissionais da saúde alegam ter tido contato fora do ambiente de trabalho com caso suspeito ou confirmado do novo coronavírus. Outros 21 alegam histórico de viagem no mês de fevereiro ou março. Entre as categorias afetadas, a maior incidência reside entre os técnicos ou auxiliares de enfermagem, com 375 casos. Em segundo lugar estão os médicos, com 119 casos. Por fim, os enfermeiros contabilizam 118 casos.

A Sesap informou, ainda, que não conseguiu apurar informações sobre o caso de outros 422 profissionais. Há também 11 que já estão aposentados, outros 15 que não exercem a profissão, sete realizam residência em outro estado e 31 já estavam afastados das atividades laborais antes do adoecimento por motivos outros.

Sobre as mortes, a Sesap registra a ocorrência de 12 óbitos de profissionais de saúde. O último registro oficial foi a morte do médico João Batista Medeiros Costa, de 65 anos, no último domingo (24). Ele era servidor da rede estadual de saúde.



Midia SL

Rio Grande do Norte contabiliza 220 mortes por Covid-19 e 5.472 casos confirmados da doença

O estado tem 479 pessoa internadas em funcção da doença

O Rio Grande do Norte já contabiliza 220 mortes por Covid-19, segundo atualização da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) nesta terça-feira (26). De acordo com os dados da Sesap, são 5.472 casos confirmados da infecção, 13.146 suspeitos, 10.670 descartados e 39 óbitos em investigação.

O estado tem 479 pessoa internadas em funcção da doença. O índice de isolamento chegou a 52% nesta terça, uma melhora em relação ao percentual anterior, que era de 43%. O secretário-adjunto da Sesap, Petrônio Spinelli, reforçou a importância de se manter o confinamento para que seja possível evitar o colapso no sistema de saúde.

Leitos

O Rio Grande do Norte deve abrir mais leitos hospitalares nos próximos dias em todas as regiões para ampliar os atendimentos a pacientes com Covid-19.

Segundo a Sesap, 10 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) serão abertos no Hospital São Luís, em Mossoró, e 12 novas estruturas no Seridó. Em Pau dos ferros serão 3 novos leitos. Na região Metropolitana de Natal, as estruturas novas serão instaladas no Hospital João Machado (20), na Liga (10) e no hospital de Macaíba (10).

A taxa de ocupação nas unidades hospitalares destinadas a tratar o novo coronavírus no estado está distribuída da seguinte maneira:

  • Região Oeste: 100%
  • Pau dos Ferros: 100%
  • Grande Natal: 98%
  • Caicó: 70,59%


Publicidade Ismael 02

Rio Grande do Norte soma 212 mortes e 4.774 pessoas infectadas pela Covid

A secretaria também informou a chegada de 40 respiradores nessa semana no Rio Grande do Norte. O estado contabiliza 467 pessoas internadas em decorrência do coronavírus

O Rio Grande do Norte confirmou 4.774 casos confirmados e 212 mortes causadas por Covid-19, segundo os dados do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), atualizados nesta segunda-feira (25). Há 40 óbitos em investigação. O número de casos suspeitos está em 12.856. Descartados são 10.276.

A secretaria também informou a chegada de 40 respiradores nessa semana no Rio Grande do Norte. O estado contabiliza 467 pessoas internadas em decorrência do coronavírus.

Taxa de Ocupação

Região Oeste: 95%

Pau dos Ferros: 80%

Região do Seridó: 64%

Região Metropolitana: 97%

Na contramão do avanço da doença, o índice de isolamento social permanece baixo na região metropolitana, que segundo o boletim, está em 43%.



GORVERNO 01 – POST

Rio Grande do Norte confirma 348 casos de Covid-19 em 24h e número de infectados é de quase 4,6 mil

Há 47 mortes em investigação. O número de casos suspeitos está em 14.067. Descartados são 9.910. Pacientes recuperados somam 1.410

O Rio Grande do Norte confirmou 348 casos de Covid-19 em 24h, segundo os dados do boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), atualizados neste sábado (23). Com isso, o RN contabiliza, até o momento, 4.599 casos da infecção. Na sexta-feira (22), eram 4.251. Ainda segundo o boletim, o estado tem 184 mortes provocadas pela doença. Na sexta eram 181.

Há 47 mortes em investigação. O número de casos suspeitos está em 14.067. Descartados são 9.910. Pacientes recuperados somam 1.410.

Internações

O estado contabiliza 391 pessoas internadas em decorrência da Covid-19. Desse total, 231 estão em leitos públicos e 160 em hospitais privados. A taxa de ocupação de leitos é de 71% e 70,%, respectivamente. Entre as redes pública e privada, o RN tem 143 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Na contramão do avanço da doença, o índice de isolamento social permanece baixo, que segundo o boletim, está em 40,6%.



Prefeitura Currais Novos Publicidade

Caicó: Mais 3 pacientes estão recuperados da Covid-19, um deles é o primeiro que testou positivo para a doença

Os pacientes foram submetidos a avaliações com a médica infectologista contratada pelo município

A informação está disponível no boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 22 de maio. Os pacientes foram submetidos a avaliações com a médica infectologista contratada pelo município. Um dos pacientes recuperados é o primeiro caso confirmado na cidade: um homem de 41 anos.



Midia SL