Caixa Econômica Federal libera saques e transferências da 2ª parcela para nascidos em fevereiro

Caixa Econômica Federal (CEF) libera nesta segunda-feira (1º) as transferências e os saques em dinheiro da segunda parcela do Auxílio Emergencial depositada em poupanças sociais digitais do banco para os 2,4 milhões de beneficiários nascidos em fevereiro.

As liberações começaram no sábado e seguem um cronograma ligado ao mês de nascimento do trabalhador. Até a data de liberação, os recursos já depositados nas poupanças podem ser usados apenas para pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual.

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela do benefício em outra conta, os recursos depositados na poupança digital serão transferidos automaticamente também na data de liberação dos saques e transferências. Com isso, esses beneficiários terão que procurar os bancos em que têm conta caso queiram sacar o dinheiro.

Veja o calendário para liberação de saques e transferências da poupança social digital:

Auxílio Emergencial segunda parcela - saque e transferência da poupança social — Foto: Economia G1
Auxílio Emergencial segunda parcela – saque e transferência da poupança social. Foto: Economia G1

Pagamentos

A Caixa concluiu na semana passada os pagamentos da segunda parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiários que receberam a primeira até 30 de abril. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

Um segundo grupo de aprovados recebeu a primeira parcela também na última semana – para estes, a data de pagamento da segunda não está confirmada mas, segundo o presidente da Caixa, o benefício deve ser liberado em um mês.

Até sexta-feira (29), ainda havia 10,6 milhões de pedidos de Auxílio Emergencial aguardando análise, segundo a Caixa. Não há previsão de quando essas pessoas irão receber o benefício. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.



CLIQUE – PUBLICIDADE

Rio Grande do Norte tem 323 mortes por Covid-19; Seridó tem 50 % dos leitos ocupados

Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira

O Rio Grande do Norte contabiliza 323 mortes por Covid-19. São 7.964 casos confirmados da infecção, 16.573 suspeitos e 14.127 descartados. Há 69 óbitos em investigação. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (1º).

No estado, há 582 pessoas internadas por causa da doença, das quais 284 estão em leitos críticos e 298 em leitos clínicos. Dos pacientes que esperam regulação (internação), são 9 em prioridade “1”; já os classificados como prioridade “2” são 25. Os demais, são prioridades “3” e “4”, as mais leves. A taxa de isolamento continua baixa, apenas 42%.

Leitos

A taxa de ocupação de leitos destinados a tratar o novo coronavírus em todo o RN está distribuída da seguinte maneira:

  • Região Oeste: 95%
  • Grande Natal: 98%
  • Pau dos Ferros: 100%
  • Seridó: 50%


ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Currais Novos: Vigilância Epidemiológica faz trabalho de orientação e prevenção contra o Coronavírus

No local, além das orientações, estão sendo distribuídas máscaras e álcool em gel, para higienização das pessoas

A equipe da Vigilância Epidemiológica de Currais Novos faz trabalho de orientação e prevenção todos os finais de semana, na feira livre da nossa cidade.

A ação tem como objetivo, minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), orientando a população sobre a necessidade de continuarmos com o isolamento social.
A equipe da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde montou uma barraca próxima a feira. No local, além das orientações, estão sendo distribuídas máscaras e álcool em gel, para higienização das pessoas.

O trabalho conta com o apoio das Secretarias Municipais de Agricultura e Infraestrutura, além de Policiais Militares da 3ª CIPM e dos Brigadistas e Socorristas da Mandacaru, numa importante ação integrada.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

SporTV reprisa derrota por 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil neste domingo

O SporTV está relembrará a campanha da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014 durante essa semana. Após reprisar diversas vitórias históricas do Brasil, o canal campeão terá que reexibir a histórica goleada sofrida para a Alemanha por 7 a 1, na semifinal do Mundial daquele ano. A exibição do jogo será neste domingo (31). 

Segundo informação do portal UOL, a narração será feita de forma atualizada, dentro da “Faixa Especial”, programa do SporTV exibido em horário nobre que reprisa confrontos históricos do futebol mundial, diariamente. A reprise do jogo histórico será exibido a partir das 18h.

A questão de reprisar o Mundial de 2014 e, consequentemente a goleada para a Alemanha, foi muito discutida internamente na Globo. Um dos motivos da mudança de ideia dentro da emissora foi um debate levantado por Sidney Garambone nas redes sociais, onde o público mostrou que a derrota não era um grande trauma. 



CLIQUE – PUBLICIDADE

Mega-Sena, concurso 2.266: ninguém acerta as seis dezenas, e prêmio vai a R$ 45 milhões

próximo concurso será na quarta-feira (3). O prêmio é estimado em R$ 45 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.266 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (30). O prêmio acumulou. Veja as dezenas sorteadas: 10 – 23 – 31 – 37 – 58 – 59.

A quina teve 50 acertadores; cada um levará R$ 64.685,64. A quadra teve 4.167 apostas ganhadoras; cada um ganhará R$ 1.108,80. O próximo concurso será na quarta-feira (3). O prêmio é estimado em R$ 45 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50.



MEDEIROS ACARI – POST

Dia Mundial sem Tabaco analisa relação do tabagismo com a Covid-19

Estudos mostram que o fumante que contraiu a doença tem um risco duas vezes maior de ser internado em unidades de terapia intensiva (UTIs)

A relação entre tabagismo e Covid-19 é o tema sugerido pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e adotado pelo Brasil para comemorar, neste domingo (31), o Dia Mundial Sem Tabaco. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas, anualmente, em todo o mundo. Mais de 7 milhões dessas mortes são decorrentes do uso direto do tabaco e cerca de 1,2 milhão se devem ao fato de os não fumantes serem expostos ao fumo passivo.

A médica Tania Cavalcante, do Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Costa (Inca), é mestre em saúde pública e coordena a política nacional de controle do trabalho, por meio da Comissão Nacional para a Implementação da Convenção Quadro para o Controle do Tabaco e de seus Protocolos (Conicq), da qual é a secretária executiva. Cento e oitenta e um países integram a Convenção Quadro, além do Brasil.

Falando à Agência Brasil, a sanitarista explicou que o país decidiu abordar o tema por essa linha da relação com o novo coronavírus porque entende que é preciso avançar mais no controle do tabagismo. A secretária executiva da Conicq afirmou que o fumante integra o grupo vulnerável às complicações da Covid-19. Estudos mostram que o fumante que contraiu a doença tem um risco duas vezes maior de ser internado em unidades de terapia intensiva (UTIs), de precisar de ventilação mecânica e de ir a óbito do que uma pessoa não fumante infectada.

Uma justificativa para isso é que doenças causadas pelo tabagismo, como câncer, doenças cardiovasculares (infarto, hipertensão), doenças pulmonares (enfizema, bronquite) e diabetes também relacionada ao hábito de fumar, todas aparecem como grupo de risco e de complicações pela covid-19, citou a especialista do Inca.



MEDEIROS ACARI – POST

Pesquisa Datafolha: 72% discordam da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população

O levantamento ouviu 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite deste sábado (30) mostra os seguintes percentuais de avaliação da frase de Bolsonaro sobre dar armas para população:

Datafolha: Opinião sobre frase de Bolsonaro dita na reunião ministerial, de que “quer todo mundo armado, pois o povo armado não é escravizado”:

  • Discorda: 72%
  • Concorda: 24%
  • Não concorda, nem discorda: 2%
  • Não sabe: 2%

O levantamento ouviu 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Resultados da pesquisa por segmento

Entre homens:

  • Discorda: 62%
  • Concorda: 34%

Entre mulheres:

  • Discorda: 80%
  • Concorda: 16%

Por renda mensal:

Até 2 salários mínimos:

  • Discorda: 77%
  • Concorda: 19%

De 2 a 5 salários mínimos:

  • Discorda: 69%
  • Concorda: 29%

De 5 a 10 salários mínimos:

  • Discorda: 62%
  • Concorda: 34%

Mais de 10 salários mínimos:

  • Discorda: 60%
  • Concorda: 38%

Por escolaridade:

  • Fundamental:
  • Discorda: 74%
  • Concorda: 20%

Médio:

  • Discorda: 71%
  • Concorda: 26%

Superior:

  • Discorda: 69%
  • Concorda: 29%

Entre empresários:

  • Discorda: 50%
  • Concorda: 46%

Na região Sul:

  • Discorda: 66%
  • Concorda: 27%

Avaliação do governo Bolsonaro:

Ótimo/bom:

  • Discorda: 40%
  • Concorda: 54%

Regular:

  • Discorda: 78%
  • Concorda: 18%

Ruim/péssimo:

  • Discorda: 92%
  • Concorda: 6%

Voto no 2º turno de 2018:

Bolsonaro:

  • Discorda: 52%
  • Concorda: 43%

Haddad:

  • Discorda: 91%
  • Concorda: 7%


PRIMOR – PUBLICIDADE

Jornalista Lizst Madruga é encontrado em sítio no RN e está bem

Segundo familiares, o jornalista de 80 anos não explicou o motivo do sumiço, mas garante que está voltando pra Natal

O jornalista Lizst Coutinho Madruga estava desaparecido desde a manhã de sábado (30). Após quase 24h, foi encontrado em um sítio em São Paulo do Potengi. Ele entrou em contato com a família por volta de 9h30 e disse que está bem.

Segundo familiares, o jornalista de 80 anos não explicou o motivo do sumiço, mas garante que está voltando pra Natal.



PRIMOR – PUBLICIDADE

Brasil passa de meio milhão de casos confirmados por Coronavírus

O Brasil é o segundo país no mundo com o maior número de casos confirmados da doença, atrás dos Estados Unidos

Veja os dados sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (31), segundo levantamento exclusivo do G1 junto às secretarias estaduais de saúde. Foram registradas 28.872 mortes provocadas pela Covid-19 e 501.985 casos confirmados da doença em todo o país.

No sábado (30), o Brasil passou a França em número de mortes por Covid-19, quando o país europeu, um dos mais afetados pela pandemia, tinha 27.121 mortos no balanço global da universidade norte-americana Johns Hopkins. Somos agora o quarto país em número de mortos pela doença, atrás de EUA, Reino Unido e Itália. O balanço do Ministério da Saúde informou 28.834 mortos e 498.440 casos. O Brasil é o segundo país no mundo com o maior número de casos confirmados da doença, atrás dos Estados Unidos.

Taxa de ocupação de leitos de UTI

  • Acre – 86% em todo o estado em 25/5
  • Alagoas – 72% em todo o estado 28/5
  • Amapá – 97,78% em todo o estado em 25/5
  • Amazonas – 82% em todo o estado em 26/5
  • Bahia – 68% em todo o estado em 27/5
  • Ceará – 89% em todo o estado em 17/5
  • Distrito Federal – 69,5% na rede privada e 42,24% na rede pública em 29/5
  • Espírito Santo – 77,55% em todo o estado em 25/5
  • Goiás – 43,3% dos leitos de gestão estadual, em todo o estado em 29/5
  • Maranhão – Grande Ilha: 95,65%; Imperatriz: 94,44%; e interior: 74,34% em 26/5
  • Mato Grosso – 14,6% em todo o estado em 27/5
  • Mato Grosso do Sul – 2,4% em todo o estado em 29/5
  • Minas Gerais – 69% em todo o estado em 27/5
  • Pará – 84,36% em todo o estado em 27/5
  • Paraíba – 75% em todo o estado em 29/5
  • Paraná – 44% em todo o estado em 29/5
  • Pernambuco – 98% em todo o estado em 28/5
  • Piauí – 61% em todo o estado em 24/5
  • Rio de Janeiro – 86% em todo o estado em 24/5
  • Rio Grande do Norte – 78% em 29/5
  • Rio Grande do Sul – 72% em todo o estado em 29/5
  • Rondônia – 62% em todo o estado em 25/5
  • Roraima – 62% em todo o estado em 25/5
  • Santa Catarina – 61,49% do sistema público em todo o estado em 27/5
  • São Paulo – 70,7% em todo o estado em 29/5
  • Sergipe – 89,6% do sistema público em todo o estado em 29/5
  • Tocantins – 50% dos leitos ocupados em 25/5

Testes feitos pelos estados

Número de testes de coronavírus feitos pelos estados

EstadoNº de testesData de divulgação
Acre12.69329/5
Alagoas2.59427/4
Amapá13.78027/5
Amazonas6.18327/4
Bahia39.94921/5
Ceará92.51529/5
Distrito Federal141.34429/5
Espírito Santo45.77729/5
Goiás11.51927/5
Maranhão52.01229/5
Mato Grosso7.01029/5
Mato Grosso do Sul7.66326/5
Minas Gerais21.32729/5
Pará27.76927/5
Paraíba42.17029/5
Paraná26.06325/5
Pernambuco50.39228/5
Piauí42.15229/5
Rio Grande do Norte19.01529/5
Rio Grande do Sul12.50826/5
Rondônia15.24029/5
Roraima71823/4
Santa Catarina29.00029/5
São Paulo87.46327/5
Sergipe16.70627/5
Tocantins7.09525/5
Total830.684

Fonte: secretarias estaduais de Saúde

Rio de Janeiro não divulgou o número de testes.

Pacientes recuperados

Pacientes recuperados de Covid-19 nos estados

EstadosNº de pacientes recuperadosData de divulgação
Acre2.03429/5
Alagoas5.06729/5
Amapá3.53429/5
Amazonas26.74227/5
Bahia5.50229/5
Ceará25.76629/5
Distrito Federal4.71429/5
Espírito Santo7.27829/5
Goiás73826/5
Maranhão8.63929/5
Mato Grosso65829/5
Mato Grosso do Sul41728/5
Minas Gerais4.33329/5
Pará24.57829/5
Paraíba2.43529/5
Paraná1.83027/5
Pernambuco10.10227/5
Piauí45629/5
Rio de Janeiro31.93427/5
Rio Grande do Norte1.41029/5
Rio Grande do Sul6.24629/5
Rondônia2.07529/5
Roraima1.02929/5
Santa Catarina4.81829/5
São Paulo19.66529/5
Sergipe2.24227/5
Tocantins1.12929/5
Total205.371

Fonte: secretarias estaduais de Saúde



CLIQUE – PUBLICIDADE

Comissão aprova implantação de Diário Legislativo eletrônico na ALRN

A iniciativa teve aprovação unânime dos parlamentares que compõem a comissão

A comissão de Administração, Serviços Públicos e Trabalho da Assembleia Legislativa teve reunião nesta quinta-feira (28) e analisou diversas propostas que tramitam na Casa. Entre as iniciativas estava o projeto de resolução 036/2019, de iniciativa da Mesa Diretora da Assembleia, que trata sobre a implantação e regulamentação do Diário Oficial Eletrônico da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, que passará a ser denominado Diário Legislativo Eletrônico. A iniciativa teve aprovação unânime dos parlamentares que compõem a comissão.

O projeto, que foi relatado pelo presidente da comissão, deputado Gustavo Carvalho (PSDB), tem por objetivo dispor sobre a viabilização e regulamentação do novo Diário Legislativo Eletrônico (DLE), na forma estabelecida pela Lei nº 10.379, de 21 de junho de 2018, que instituiu o DLE como instrumento de comunicação, publicidade e divulgação dos atos deste Poder Legislativo. O projeto visa determinar os procedimentos quanto à organização do serviço de divulgação de atos oficiais, além do  funcionamento, formato, características, a arte gráfica e outros aspectos operacionais do DLE.Para Gustavo Carvalho, a medida, além de contribuir com a transparência da atividade legislativa, também vai gerar mais eficiência e economia à Casa.  

Os demais componentes da comissão, deputado Dr. Bernardo (Avante) e a deputada Isolda Dantas (PT) concordaram com a importância da matéria e também votaram favoravelmente à aprovação da proposta. Agora, o projeto seguirá para votação no plenário da Casa e, caso seja aprovado, o Legislativo dará prosseguimento à implementação do DLE.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE