Prefeito de Lagoa Nova participa de audiência que trata da criação das microrregiões de águas e esgoto

O prefeito de Lagoa Nova, Luciano Santos, participou na manhã desta segunda-feira (21) de uma audiência virtual com o objetivo de apresentar o Projeto de Lei complementar estadual para instituir as microrregiões de águas e esgotos no Estado do Rio Grande do Norte. A ação realizada pelo Governo do RN, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), reuniu representantes de diversas regiões.

Luciano, que preside o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos do Seridó, falou da importância do encontro e contou o que a região tem feito com foco na questão ambiental. A composição da mesa virtual contou com a participação do secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti. O prefeito Luciano representou também a Associação dos Municípios da Microrregião do Seridó Oriental.

O secretário João Maria abriu o evento ressaltando a importância de promover a devida participação da sociedade para contribuir com o debate mais qualificado e fortalecer as propostas que estão sendo apresentadas. “A orientação da governadora Fátima Bezerra na elaboração desse trabalho foi de considerar as premissas de seu programa de governo: a transparência, a responsabilidade social, e o diálogo com a sociedade” frisou o secretário, ressaltando ainda outra diretriz: “O máximo de respeito à autonomia municipal, considerando que o município é o titular do saneamento básico”.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Vazamento provoca falta d’água no município de Currais Novos

O sistema de abastecimento de Currais Novos precisou ser paralisado, nesta segunda-feira (21), em decorrência de um vazamento de grande proporção registrado numa rede 250mm, localizada ao lado da Praça 19 de Março, próximo à rodoviária. 

De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), a previsão é que a equipe de operação o serviço no local até às 18h desta terça-feira (22), quando o sistema será religado. Após a religação do sistema, o abastecimento deverá ser normalizado num prazo de até 48h, devido a pressurização gradativa da rede. 

 A companhia recomenda o uso racional da água reservada, a fim de minimizar os transtornos da ocorrência.Currais Novos



Midia SL

Alerta: pesquisadores já podem inscrever trabalhos para o Fórum de Turismo Religioso do Seridó

Vista do campus do Ceres Currais Novos

As inscrições estão abertas e o prazo vai até 19 de julho para os pesquisadores que quiserem submeter trabalhos para serem apresentados durante o 1º Fórum de Turismo Religioso do Seridó. Os trabalhos aprovados serão publicados em um Livro de Resumos, após o Fórum.

As submissões são feitas pelo site doity.com.br/forumturismoreligioso/artigos. Os trabalhos podem ser direcionados a quatro temáticas: Cultura, Sociedade e Religiosidade (GT1); Festas, Celebrações e Brincantes (GT2); Hospitalidade e Turismo (GT3); e Economia Criativa (GT4).

Será permitida a submissão de até três propostas por autor e cada trabalho pode contar com, no máximo, quatro autores (1 autor + 3 coautores). As apresentações dos trabalhos aprovados acontecerão no dia 27 de julho.

O 1º Fórum de Turismo Religioso do Seridó acontecerá durante a programação da Festa de Sant’Ana de Caicó 2021, de forma virtual, e é uma realização da ADESE, Diocese de Caicó e Curso de Turismo da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (FELCS-UFRN).



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Currais Novos: A Guia de Turismo Regional Raianne Kely é uma das finalistas do “Concurso Guia Virtual” promovido pela Empresa de Promoção Turística

Imagem: perfil do Instagram da Raianne: @raianne.kely

Ela foi classificada entre os 32 finalistas de 90 inscritos no concurso. Contudo, nessa fase final, para que Raianne seja vencedora ela precisa que as pessoas curtam seu vídeo que está disponível no YouTube “Visite Rio Grande do Norte”.

Não basta apenas assitir ao vídeo, é  preciso que as pessoas curtam, deixando lá o seu like.

Para isso segue link de acesso  para que vocês  ajudem Raianne ser vencedora desse concurso e tornar o Roteiro de Currais Novos conhecido em todo mundo. Link: https://youtu.be/RtMmgJWvnGE



Midia SL

Audiência aponta riscos em reforma administrativa proposta pelo Governo Federal

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte discutiu, na tarde desta quinta-feira (17), os riscos que a reforma administrativa proposta pelo Governo Federal traz para o serviço público. A audiência pública, que foi realizada por iniciativa do deputado Francisco do PT, debateu pontos da PEC 32/2020, que está em tramitação no Congresso Nacional e, na opinião dos presentes, pode precarizar os serviços oferecidos pelo Poder Público à sociedade.

A Proposta de Emenda à Constituição, do Poder Executivo, altera dispositivos sobre servidores e empregados públicos e modifica a organização da administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. A ideia defendida pelo Governo Federal é dar início à ampla reforma administrativa com efeitos no futuro.

A proposta altera trechos da Constituição e introduz novos artigos inteiros, que tratam da contratação, da remuneração e do desligamento de pessoal, válidas somente para quem ingressar no setor público após a aprovação das mudanças. A PEC traz regras transitórias e prevê a eventual atuação dos entes federativos na regulamentação, já que alguns dispositivos – como exigência da criação de novos regimes jurídicos específicos para servidores –, se aprovados, dependerão de regulamentação posterior à promulgação das mudanças pelo Congresso Nacional.

Em uma das mudanças, a estabilidade no serviço público ficará restrita a carreiras típicas de Estado, que deverão ser definidas através de lei complementar futura. Os profissionais das demais carreiras serão contratados por tempo indeterminado ou determinado, mas também por concurso público ou processo seletivo simplificado.

No entendimento do deputado Francisco do PT, a PEC é uma tentativa de “destruir o serviço público”. Para o deputado, a proposta concentra poderes, afronta o Estado e contra aqueles que mais precisam do estado forte para atender a suas demandas, que são as pessoas que não podem arcar com os serviços privados.

“É indiscutível que a administração pública precisa de eficiência, racionalidade e controle social, mas essa PEC do Governo Federal é avessa a todos esses pontos mencionados. Ameaça a realização de novos concursos, a estabilidade, dos servidores, além de abrir caminho para demissões não justificadas e extinção de carreiras por simples canetada”, disse o parlamentar potiguar.

Também participando do encontro, a senadora Zenaide Maia (PROS), que é coordenadora da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público no Senado, disse que o Governo Federal quer passar a impressão de que está tirando privilégios, mas é importante que a sociedade tenha a informação precisa sobre o que, de fato, está sendo discutido pelo Executivo. Para ela, é preciso parar de se estigmatizar os servidores públicos e cobrar dos parlamentares uma resposta à proposta, negando a aprovação.

“Nós temos que mostrar a verdade, desmontar o que o Governo mostra sobre os servidores. Ele dá a entender que a crise é culpa dos servidores. Quando a gente mostra que a maioria dos servidores ganha até R$ 5 mil. Eles não vão tirar privilégios. Essa história a gente já viu. Essa PEC 32 simplesmente destrói o serviço público brasileiro. Precisamos ficar atentos e mostrar à população que o Governo quer destruir o serviço público. Tem que cobrar os parlamentares para não colocarem a digital na destruição do serviço público”, disse a senadora.

O entendimento da parlamentar e de representantes do serviço público é o mesmo. Também no encontro, o presidente do Fenafisco, Charles Alcântara, e o representante da Associação de Juízes para a Democracia, Arthur Bonifácio, apontaram diversas falhas na proposta e cobraram um posicionamento firme por parte dos parlamentares da bancada federal.

“A PEC é uma brincadeira de mau gosto. O que se pretende é encolher o papel do Estado para expandir o mercado, com uma nova fronteira de exploração privada”, disse Charles Alcântara. “A PEC, em nível constitucional, fragiliza as instituições e desprestigia o serviço público, fere a ideia de carreira do estado. Fere, entre vários outros pontos, o princípio da isonomia e igualdade, quando permite a entrada por apadrinhamento”, explicou Bonifácio.

Para Francisco do PT, é preciso que a proposta seja derrubada. “Eles não dizem que os servidores existem para dar aos trabalhadores e aos mais pobres serviços que eles não têm condições de comprar. Esperamos que ela (PEC) não passe”, disse o deputado. 



Publicidade Ismael 02

Com encarecimento de energia e gás, mais brasileiros devem atrasar contas

O agravamento da crise hídrica encareceu a conta de luz do brasileiro e muitos podem não conseguir honrar seus compromissos nos próximos meses. De acordo com a Serasa, a inadimplência em contas básicas, como energia, água e gás, representava 22,3% do total de débitos em maio, e a tendência é de crescimento com os sucessivos reajustes nos preços desses serviços.

Ao todo, são 36,9 milhões de faturas atrasadas no segmento. A alta no valor do gás de cozinha também tem pressionado a renda das famílias. “O aumento no valor das contas de luz e gás pode impactar o orçamento dos brasileiros e resultar no atraso do pagamento”, diz Nathalia Dirani, gerente da Serasa.

Em dezembro, os calotes em serviços básicos bateram recorde -o percentual foi de 23,6%, maior valor de toda a série histórica iniciada em janeiro de 2018. A inadimplência nessas contas cresceu mês a mês desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020, mas caiu em janeiro deste ano e ficou entre 22,2% e 22,7% nos meses seguintes. O número de maio é 0,4 ponto percentual menor que o de abril.

Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a bandeira vermelha, a mais cara cobrada sobre a conta de luz, deverá subir mais de 20% em razão do baixo nível dos reservatórios de água.

Em meio à escassez de chuvas, usinas térmicas são acionadas, e a bandeira tarifária cobrada sobre o serviço de energia fica mais cara. Em junho, já está vigente a bandeira vermelha nível 2, a mais cara, que cobra R$ 6,24 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Esse valor será elevado para aproximadamente R$ 7,50.

Na semana passada, a Petrobras anunciou aumento de 5,9% no preço do gás de cozinha, décima quarta alta consecutiva no preço do produto. De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), no Brasil, o botijão de 13 kg custava em média R$ 85 em abril, último dado disponível. Em janeiro, o valor era de R$ 76,86.

Mesmo com o aumento nos atrasos no pagamento de serviços básicos em relação a períodos anteriores à crise sanitária, as dívidas com bancos ainda são maioria entre os negativados. Em maio, eram 49,1 milhões de faturas de crédito e outros produtos financeiros cadastradas no banco de dados da Serasa, o equivalente a 29,7% do total, aumento de 0,9 ponto percentual em relação ao mês anterior.

Ao longo do ano passado, com o pagamento do auxílio emergencial e com o adiamento de parcelas promovido pelos maiores bancos, esse percentual variou entre 27,3% e 27,8%, mas voltou a subir no início deste ano.

Segundo Dirani, o brasileiro prioriza o pagamento de serviços essenciais.

“De acordo com a pesquisa ‘O Bolso dos Brasileiros’, da Serasa, 86% dos brasileiros consideram as contas básicas as mais importantes e entre aqueles que atrasaram o pagamento de alguma conta durante a pandemia, as contas básicas, como água, luz e gás são as principais prioridades caso tivessem que optar por apenas um pagamento em dia”, conta a gerente.

O aumento na conta de energia e do gás pesam ainda mais entre as famílias mais pobres.

“O aumento no valor das contas básicas afeta a toda a população brasileira, mas as pessoas com menor renda podem sentir mais esse impacto, já que, normalmente, essas são as contas priorizadas no orçamento familiar, que já vem sofrendo com a alta de produtos e serviços. Ou seja, algumas pessoas podem ter de fazer escolhas”, afirma Dirani.

Essa desigualdade pode ser percebida no recorte por região. No Norte, por exemplo, os atrasos em pagamentos de contas básicas representam 29,7% do total de débitos e ultrapassam as dívidas com bancos (22%), que lideram o ranking nacional. No Nordeste, o índice chega a 25,40%.

No Sul, a fatia da inadimplência nesses serviços é de 8,4%, a menor do país. No Centro-Oeste o percentual é de 19,9% e no Sudeste, de 23,6%. Em maio, segundo dados da Serasa, 62,5 milhões de pessoas estavam com o nome sujo, 2,3 milhões a menos que em março, quando o coronavírus chegou ao país. Apesar da queda, isso significa que quase 30% de toda a população brasileira tem dívida em atraso.



Midia SL

Boletim do Hospital Regional do Seridó regista 03 óbitos por Covid-19 neste domingo

Boletim Covid-19
Hospital Regional Telecila Freitas Fontes
20/06/21
▪️
Esse boletim é referente a pacientes internados nas últimas 24 horas no Hospital Regional do Seridó.
▪️

🖤 Óbito por COVID-19 no HRS em 20/06/21:

📍São José do Seridó – 01
📍Serra Negra – 01

🖤 Óbito por COVID-19 no HRS em 19/06/21 após a emissão do boletim:

📍Jardim de Piranhas – 01
▪️

vacinasalvavidas

useamáscara

nãoaglomere

higienizeasmãos

▪️
@hrserido



GORVERNO 01 – POST

“Especial Junino Som sem Plugs” traz grandes nomes do forró para celebrar a data

“A fogueira tá queimando/em homenagem a São João/o forró já começou/vamos gente, rapapé neste salão”. E é no “chiado” do chinelo e no “choro” da sanfona que o projeto cultural Som sem Plugs – SSP já está nesse clima, nos preparativos para presentear o público com um lindo “Especial Junino Som sem Plugs”. O programa será lançado no dia 24 de junho, com transmissão pelo canal do projeto no YouTube e conta com grandes nomes do forró.

Seja pelo cheiro afetivo e o sabor incomparável das comidas típicas, ou pelas melodias, músicas e danças que não saem da nossa cabeça que o São João é um dos festejos mais comemorados e amados no Brasil. E, o SSP, como grande ferramenta de valorização e propagação da música potiguar para o mundo, não poderia deixar essa data passar despercebida e, entregará ao povo, o melhor desta época ao alcance de um clique.

O “Especial Junino Som sem Plugs” será um programa com exibição através do YouTube com a proposta de celebrar a música e as tradições culturais locais e da região nordeste, por meio de um material audiovisual de alta qualidade, que traz a valorização do patrimônio cultural imaterial e mostra que o forró pé de serra se faz presente e segue forte. A filmagem aconteceu na Casa do Grude, um lugar lindo e repleto de história situado no município de Extremoz/RN.

O projeto reuniu – de maneira responsável, seguindo todos os protocolos de segurança e saúde contra a Covid-19, grandes artistas do forró para celebrar o mais alegre e festivo mês do nordeste brasileiro. A edição destaca neste ano, o músico Zé Hilton do Acordeon, um dos compositores de relevância da linha de frente do forró nacional. Na Usina de Hits, divide autorias com seus parceiros de sucessos como “Tentativas em Vão”, “O que tem que ser será”, “Escravo do amor”, entre outras. Tocou com nomes como Dominguinhos, Xangai, Elino Julião, Nando Cordel, possui mais de 400 músicas e já marcou presença em importantes palcos dentro e fora do país.

Para acompanhar Zé Hilton, os cantores Briola Sales (ex-vocalista da banda Ferro na Boneca) e Socorro Lima (ex-vocalista da banda Cavalo de Pau), o sanfoneiro mossoroense Severo Ricardo e uma banda formada por jovens músicos convidados. O especial apresentará um repertório de músicas conhecidas do grande público e três composições ainda inéditas.

Um ‘balaio’ pra lá de recheado: comemoração junina na segurança da sua casa, música boa, convidados especiais e uma paisagem linda. Acesse o YouTube www.youtube.com/user/somsemplugs, se inscreve no canal e ative o sininho para receber todas as novidades, inclusive, não correr o risco de perder o lançamento do especial que contou com o apoio e parceria da Casa do Grude (Dona Sônia), Fundação Extremoz de Cultura Aldeia do Guajirú e Grupo Dunas.

Além desse programa, a Temporada 2021 do SSP, apresentada por Cosern e Instituto Neoenergia com o patrocínio do Governo do Rio Grande do Norte através da Fundação José Augusto via Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura, seguirá até dezembro com uma série de realizações e produções focadas na divulgação da música potiguar e no impacto sociocultural da mesma junto aos artistas e a população. Com nove anos de existência e forte atuação, o Som sem Plugs está presente nas plataformas digitais ao alcance das suas mãos.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Notícias falsas prejudicam buscas por Lázaro Barbosa, diz secretário de Goiás

Mais de 200 policiais participam das buscas por Lázaro Barbosa Sousa na região de Cocalzinho de Goiás. As ações são comandadas pela Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO), com a ajuda de equipes do Distrito Federal e das Polícias Federal e Rodoviária Federal.

De acordo com a SSP-GO, Lázaro é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no DF, além dos crimes em Goiás. “Nos últimos dias, o indivíduo invadiu propriedades rurais da região do entorno, fez três pessoas reféns e baleou outras quatro, entre elas, um policial militar. O PM, que foi atingido de raspão, chegou a ser levado ao Hospital de Urgências de Anápolis (Huana), mas já está em casa”, informou a secretaria.

Lázaro já possui uma condenação por homicídio, na Bahia, e é também procurado no DF e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo. A SSP-GO tem feito alertas sobre os prejuízos que notícias falsas têm causado para a investigação, segundo o chefe da pasta, Rodney Miranda.

Em coletiva de imprensa feita recentemente, Miranda disse que essas informações falsas acabam fazendo com que os investigadores “deixem de atender mais rapidamente uma informação procedente, para atender uma que não tem relevância”.

Segundo ele, tais situações têm provocado interferências na operação. “É um problema sim. Não só essa Fake News [de que Lázaro estaria em um cemitério], como outra de que ele já havia sido baleado, que já estava morto. Tudo isso atrapalha, porque não só a nossa Inteligência, como as unidades de operação, tem que checar. Às vezes a gente deixa de atender mais rapidamente uma informação procedente, para atender uma que não tem relevância”, ressaltou.

Miranda disse que a situação é “complexa, grave e de difícil resolução”, mas que avanços têm sido obtidos, contando com o reforço de 20 policiais da Força Nacional de Segurança Pública.



Prefeitura Currais Novos Publicidade