Brasil terá nove sedes para aclimatação na Olimpíada de Tóquio

Só para se ter uma ideia, ao todo 333 atletas e comissões técnicas passaram pelas bases de aclimatação no Japão para treinamentos e simulações das operações nos locais entre 2018 e 2019

Todo atleta sabe que a conquista de uma medalha olímpica começa no início de sua carreira. Mas há outros fatores que contribuem. No caso dos Jogos de Tóquio, passará inevitavelmente pela aclimatação no Japão, que tem culinária e cultura diferentes das que os brasileiros estão acostumados e um fuso horário de 12 horas de diferença.

Pensando nessa reta final, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) negociou a instalação de nove bases que servirão aos atletas durante os Jogos de Tóquio, que serão disputados entre 24 de julho e 9 de agosto. Em comum, todas têm semelhanças e uma estrutura mínima, mas também cada uma foi personalizada de acordo com as modalidades que vão receber.

Só para se ter uma ideia, ao todo 333 atletas e comissões técnicas passaram pelas bases de aclimatação no Japão para treinamentos e simulações das operações nos locais entre 2018 e 2019. Os quartéis-generais serão instalados em Hamamatsu (que também receberá a delegação brasileira para os Jogos Paralímpicos semanas depois e que conta com uma grande colônia de brasileiros), Saitama, Sagamihara, Ota, Chiba, Enoshima, Miyagase, Koto e Chuo.

Nesse período de preparação, diversas modalidades usufruíram das sedes. As seleções de handebol estiveram em Ota, em 2018, e passaram pelas outras cidades atletismo, judô, caratê, maratona aquática, natação, vela e vôlei. Segundo o COB, no total foram realizadas seis ações em 2018 e oito em 2019 em cinco bases exclusivas para o Time Brasil e uma instalação oficial dos Jogos de Tóquio.

Para além da questão de fuso horário e alimentação com comidas brasileiras, existe uma situação que requer uma logística perfeita durante a Olimpíada. A Vila dos Atletas, local de estadia dos esportistas durante o momento em que estão competindo no Japão, tem uma lotação máxima por delegação. Com isso, cada país precisa organizar direitinho quando uma modalidade dá entrada na vila no lugar da outra que encerrou sua participação.

LAR DOCE LAR – Pensando no bem-estar dos atletas, o COB terá em suas bases no Japão alguns serviços comuns a todas elas. Entre as facilidades estão refeições com comidas brasileiras, espaços para fisioterapia, massoterapia e atendimento médico, lavanderia e salas de reunião. Em Ota, pertinho de Tóquio, o COB montará sua base de operação. Lá fará a entrega das malas de uniformes. O espaço é grande, para comportar 60 mil peças.

Além das nove bases, o COB vai ajudar seus atletas em duas subvilas. A primeira é Izu, distante 140 km, que vai receber o ciclismo de pista e o mountain bike. A expectativa é ter três atletas e quatro membros de delegação. Outra localidade é Sapporo, distante 1.100 km por carro e 900 km por avião, que vai receber a maratona e a marcha atlética. A mudança, para tão longe de Tóquio, ocorreu por causa do calor na sede dos Jogos. A estimativa é que quatro atletas estejam nesta subvila, com seis membros de delegação.



Governo Banner 02 – Publicidade

Governo Federal quer arrecadar até R$ 4 bi com venda de ações que nem sabia que tinha

O governo poderá fazer uma oferta conjunta das ações mais líquidas

Com dificuldades para privatizar estatais, o governo estima ingresso entre R$ 3 bilhões e R$ 4 bilhões com a venda de ações de empresas que “desconhecia” ser proprietário, entre elas dos bancos Santander e Itaú Unibanco, das teles Vivo e Tim e da fabricante de aviões Embraer.

São 57 participações minoritárias (ou seja, a União não é a controladora) em empresas com ações na B3, a Bolsa paulista, e também com capital fechado. O governo chegou a esse número depois de um levantamento que durou cinco meses.

O Ministério da Economia também vai vender a participação via FI-FGTS (fundo de investimento que usa parcela do FGTS para aplicar em infraestrutura) em 14 empresas. Em fevereiro, o ministério promete divulgar a “caixa-preta” do fundo com os valores de cada empresa e quanto o governo ganhou e perdeu nas operações do fundo, administrado pela Caixa Econômica Federal e envolvido em casos de corrupção.

“Vamos vender tudo”, disse o secretário de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar. “Estamos precisando de dinheiro. Preferimos ter menos dívida do que pagar juros”, afirmou, contando que falta dinheiro até para oferecer um café à reportagem.

Segundo ele, a ideia é vender este ano essas participações. Para isso, um lote deverá ser incluído no Programa Nacional de Desestatização (PND) no primeiro semestre. O governo poderá fazer uma oferta conjunta das ações mais líquidas.

O secretário reconheceu que a maior dificuldade é para a venda das participações de empresas de capital fechado (sem ações na Bolsa). Nesse caso, o governo terá de “bater na porta” de uma a uma para identificar o interesse dos donos em comprar a fatia do governo.

O secretário rebateu a avaliação de que o presidente Jair Bolsonaro resiste em dar prioridade à agenda de privatização. “Essa análise é equivocada. O presidente foi muito enfático em relação a acabar com a corrupção e, para isso, ele abraçou a privatização”, disse Salim.

O secretário informou que o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, optou por permanecer por período maior com a Empresa de Planejamento e Logística (EPL), responsável por fazer projetos, para acelerar a agenda de concessões. Segundo ele, o ministro tem uma carteira de 79 concessões a serem feitas em 2020. “Eu sou o cara que quer vender tudo, mas vendo a justificativa dele, e a quantidade de concessões que tem de entregar faz sentido postergar a venda da empresa”. Mesmo assim, segundo Salim, não está descartada a ideia do fechamento e extinção da EPL.

O secretário disse que não vai vender a Caixa, Petrobrás e BB, mas vai se desfazer de mais empresas subsidiárias, coligadas aos bancos ao longo deste ano. Agência Estado



GOV_PROEDI – PUBLICIDADE

No Paraguai, 75 de facção de SP fogem da cadeia por túnel

O Ministério Público informou que vídeos das câmeras de segurança do presídio mostram uma movimentação intensa desde as 4h deste domingo

Setenta e cinco integrantes de uma facção criminosa brasileira fugiram por um túnel da Penitenciária Regional de Pedro Juan Cabellero, no Paraguai, que fica na fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul), na madrugada deste domingo (19).

A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Perez, informou pela manhã que 91 presos conseguiram escapar da prisão por volta das 4h (3h, em Ponta Porã) e disse que eles são integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC). Mais tarde, a procuradora Reinalda Palacios declarou que o número de fugitivos foi atualizado para 75, de acordo com o jornal “ABC Color”.

Uma lista de foragidos brasileiros e paraguaios foi divulgada pelo Ministério da Justiça. Entre eles, estão o brasileiro Timóteo Ferreira, apontado como líder da facção dentro do presídio, e seis supostos integrantes do grupo de matadores de aluguel ligados ao tráfico “Minotauro”. Eles atuam na fronteira e na semana passada buscavam deixar a prisão com uma ordem judicial.

O Ministério Público informou que vídeos das câmeras de segurança do presídio mostram uma movimentação intensa desde as 4h deste domingo. Para a promotora, é impressionante que os guardas não tenham agido diante das imagens que tinham à disposição.

Cinquenta dos detidos estavam em um piso superior e 25 no inferior, onde o túnel foi cavado. Para ter acesso ao piso inferior, os detentos devem passar por um portão, que deve permanecer trancado.

O que chamou a atenção dos promotores foi que esse portão estava trancado no momento em que Ministério Público foi visitar o local após a fuga.

As autoridades paraguaias investigam se houve uma rede de corrupção que facilitou a fuga. A ordem de captura dos foragidos deve ser emitida em algumas horas. Até a última atualização dessa matéria, nenhum deles havia sido recapturado.

Crise na segurança

A ministra da Justiça afirmou ainda nesta manhã que sua pasta denunciou ao Ministério Público um suposto plano de fuga e pagamento de 80 mil dólares (mais de R$ 330 mil) por parte de integrantes da facção criminosa para os funcionários da prisão regional de Pedro Juan Caballero, de acordo com o jornal “La Nación”.

Na ocasião, foi recomendado um aumento na segurança interna e externa ao centro de detenção. Porém, segundo ela, instituições envolvidas no serviço de segurança interna do país não tomaram medidas de precaução. Após a fuga, ela disse que colocou o cargo à disposição do presidente Mario Abdo Benítez.

Segurança do lado brasileiro

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Mato Grosso do Sul informou que está em contato com as autoridades paraguaias. O policiamento em Ponta Porã e Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos, foi reforçado com equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil.



Governo Banner 01 – Publicidade

Bolsonaro deve se encontrar com Regina Duarte nesta segunda-feira

Bolsonaro e Regina Duarte devem encontrar-se na segunda-feira, 20, no Rio de Janeiro para tomar uma decisão sobre a entrada da atriz no governo federal

O Presidente Jair Bolsonaro deixou há pouco, neste domingo, 19, o culto da Igreja Memorial Batista que acompanhou por cerca de 25 minutos. Ele ficou sentado nas primeiras fileiras no templo, no bairro da Asa Sul, em Brasília, e deixou o local sem falar com a imprensa. Ao chegar à igreja, Bolsonaro se ajoelhou e recebeu uma bênção do pastor.

Mais cedo, ao deixar o Palácio da Alvorada, o presidente tirou fotos com simpatizantes e não quis comentar a possibilidade de recriar o Ministério da Cultura para abrigar a atriz Regina Duarte, que tem sido comentada por interlocutores do Planalto.

A leitura do governo é que o nome da atriz é poderoso demais para assumir apenas uma “secretaria”, status atual da pasta que era comandada até sexta-feira, 17, pelo dramaturgo Roberto Alvim Ele foi demitido do cargo após protagonizar um vídeo com referências ao nazismo.

Encontro

Bolsonaro e Regina Duarte devem encontrar-se na segunda-feira, 20, no Rio de Janeiro para tomar uma decisão sobre a entrada da atriz no governo federal. O presidente já tinha agendas marcadas na capital fluminense – às 10 horas, ele encontra-se com o prefeito Marcelo Crivella.

A ideia do governo é levar um nome de peso, reconhecido no meio cultural, para assumir o posto, nos moldes da indicação de Gilberto Gil para o Ministério da Cultura no governo Lula. Caso ela não aceite o convite, uma das opções cotadas é o ator Carlos Vereza.

O presidente Jair Bolsonaro e a atriz Regina Duarte combinaram um encontro no Rio pois querem uma “conversa olho no olho”, segundo uma fonte que acompanha as discussões para sucessão no comando da Cultura. A interlocutores, Bolsonaro disse que a atriz pretende entender o que o presidente espera dela, caso aceite o cargo.

Bolsonaro considera que Regina foi “humilde” ao afirmar que não está preparada para comandar a cultura no governo federal. Ele comparou a frase da atriz com as próprias falas, pois já disse não ser o melhor nome a presidente, segundo a mesma fonte. Para Bolsonaro, não é um problema que Regina já tenha feito críticas ao governo, pois todos teriam o direito a divergir.



GOV_PROEDI – PUBLICIDADE

Mais 11 lotes de cerveja Backer estão contaminados

Diante do risco iminente à saúde pública, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou desta sexta, 17, a interdição de todas as marcas de cerveja Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou no início da noite deste sábado, 18, os resultados de análises que detectaram a presença do contaminante dietilenoglicol em mais 11 lotes de cervejas Backer.

Até o momento, dez produtos da Cervejaria Backer testaram positivo para as substâncias tóxicas: Belorizontina, Capixaba, Capitão Senra, Pele Vermelha, Fargo 46, Backer Pilsen, Brown, Backer D2, Corleone e Backer Trigo. Até o momento, as análises realizadas pelos laboratórios federais de Defesa Agropecuária constataram 32 lotes contaminados.

Diante do risco iminente à saúde pública, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou desta sexta, 17, a interdição de todas as marcas de cerveja Backer com data de validade igual ou posterior a agosto de 2020.

O Mapa também definiu, com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, os procedimentos para intimar a empresa a fazer recall dos produtos em que já foi constatada a contaminação, bem como dos produtos que ainda não tiveram a idoneidade e segurança para o consumo comprovadas para o consumidor. A medida é preventiva e vale para todo o Brasil.

Veja os lotes contaminados:


Óbitos

O dietilenoglicol é uma substância tóxica e que não pode entrar em contato com alimentos e bebidas. A presença da substância na cerveja está associada à ocorrência de óbitos e intoxicações em Minas Gerais.

Na quinta-feira, 16, a Secretaria de Saúde de Minas Gerais confirmou, a quarta morte por ingestão de dietilenoglicol. A vítima é uma mulher que morreu no dia 28 de dezembro em Pompéu, interior do estado.

A primeira das quatro mortes por intoxicação já reconhecidas pela Polícia Civil foi registrada na noite de 7 de janeiro, em Juiz de Fora. Exames a que a vítima foi submetida antes de morrer confirmaram a presença do contaminante no sangue. O homem, cujo nome e idade não foram oficialmente confirmados, foi sepultado no município mineiro de Ubá.

Todos os pacientes internados devido à síndrome nefroneural apresentaram insuficiência renal aguda de evolução rápida, ou seja, que levou a pessoa a ser internada em até 72 horas após o surgimento dos primeiros sintomas, e alterações neurológicas centrais e periféricas, que podem ter provocado paralisia facial, embaçamento ou perda da visão, alteração sensório, paralisia, entre outros sintomas.

Investigação

A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese, nem mesmo a suspeita de que um ex-funcionário demitido pela Backer possa ter agido por vingança. “Não posso afirmar se foi uma sabotagem ou um erro. Ainda não é o momento da investigação para isso”, disse o delegado Flávio Grossi. “Hoje, o que afirmamos é que os elementos tóxicos encontrados nas garrafas [de cerveja], no sangue das vítimas e dentro das empresas [provém] de produtos em comum. Crime acreditamos que houve. Por isto instauramos um inquérito policial”, disse o delegado.

Agência Brasil



GOV_AERO – PUBLICIDADE

“Trump é um palhaço que vai trair os iranianos”, é o que afirma o líder supremo do Irã

A Guarda Revolucionária se preparava para uma retaliação e, por engano, derrubou um avião ucraniano em Teerã, e mataram 176 pessoas

O líder supremo do Irã, Ali Khamenei, afirmou nesta sexta-feira (17) que o presidente Donald Trump é um palhaço que só finge apoiar os iranianos, mas que vai enfiar uma faca envenenada em suas costas.

Os comentários foram feitos durante seu primeiro sermão de sexta-feira em oito anos. O aiatolá disse que o velório para o general Qassem Soleimani, que foi morto por um ataque dos EUA no começo deste mês, mostra que o povo iraniano apoia a república islamita.

Ele afirmou que o assassinato covarde de Soleimani tirou de campo o mais eficaz comandante contra o Estado Islâmico. Em resposta, o Irã lançou mísseis contra bases americanas no Iraque. Khamenei disse que o ataque foi um golpe contra a imagem dos EUA como um superpoder.

Na parte do sermão feita em árabe, ele disse que a punição real seria forçar os EUA a sair do Oriente Médio. A Guarda Revolucionária se preparava para uma retaliação e, por engano, derrubou um avião ucraniano em Teerã, e mataram 176 pessoas.

Durante três dias, as autoridades do Irã esconderam o motivo verdadeiro da queda do avião –elas disseram que a aeronave havia caído por problemas técnicos. Depois que elas admitiram a responsabilidade, houve dias de protestos no Irã. Khamenei classificou a queda do avião como um acidente amargo que entristeceu o Irã e deixou os inimigos felizes.

Ele disse que os inimigos usaram o avião para questionar a República Islâmica, a Guarda Revolucionária e as forças armadas. Ele também atacou países do Ocidente, dizendo que eles são muito fracos para “colocar o Irã de joelhos”.

O Reino Unido, a França e a Alemanha disseram nesta semana que protocolaram um pedido para que o Irã aos seus compromissos pactuados no acordo nuclear de 2015. O líder iraniano classificou os países como desprezíveis e servis aos EUA. O Irã, disse ele, está disposto a negociar, mas não com os EUA.

Khamenei é o líder supremo desde 1989. Ele tem a palavra final em todas as principais decisões. O aiatolá de 80 anos chorou no velório de Soleimani e prometeu uma retaliação dura contra os EUA. Milhares de pessoas compareceram às cerimônias religiosas de sexta-feira. Eventualmente, o seu discurso era interrompido como gritos de “Deus é grande” e “Morte aos EUA”. Khamenei nunca foi entusiasmado pelo acordo nuclear, mas permitiu que o presidente Hassan Rouhani, que é considerado um moderado, o concluísse com o presidente Barack Obama.


G1



CLIQUE – PUBLICIDADE

Eleitor tem até o dia 6 de maio para regularizar situação perante a Justiça Eleitoral

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar. 


Agência Brasil



GOV_AERO – PUBLICIDADE

Atriz da Globo Regina Duarte é convidada para a Secretaria da Cultura

Ela já havia sido chamada anteriormente para o posto, mas recusou

A atriz Regina Duarte foi convidada pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria Nacional de Cultura. É o que afirma a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo deste final de semana.

Ela já havia sido chamada anteriormente para o posto, mas recusou. O convite só aconteceu devido à demissão de Roberto Alvim, após a polêmica de referências ao nazismo em vídeo divulgado nas redes sociais.



GOV_AERO – PUBLICIDADE

Seridó: Chuvas acima de 200 milímetros são registradas

O detalhe é que o açude Gargalheiras, em Acari que estava praticamente seco recebeu um bom volume de água, com as primeiras águas de 2020

As chuvas voltaram a banhar o Seridó e na sexta-feira (17) foram registradas boas precipitações pluviométricas em alguns municípios e comunidades rurais.

Através das redes sociais, o Sr. Paulo informou que a chuva no Povoado Bulhões, na represa do açude Gargalheiras, ontem à noite, registrou 215 milímetros. O detalhe é que o açude Gargalheiras, em Acari que estava praticamente seco recebeu um bom volume de água, com as primeiras águas de 2020.

Confira outros registros pluviométricos:
Juazeiro Balneário (Acari) – 210mm
Fazenda Acauã (Rita de Ozenan) – 192mm
Sítio Novo (Acari) – 165mm
Gargalheiras (Acari) – 140mm
Centro de Acari – 35mm
Assentamento Boa Sorte (Acari) – 09mm

Florânia – 155 mm

Cerro Corá – 145 mm

Malhada Grande – 149mm

Gamenho – 123mm

Barra – 161mm

Comunidade Timbaúba – 103mm

Sítio São Nicolau (Caicó) – 09mm

Em Frei Martinho-PB, a chuva atingiu mais de 140 milímetros.



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Últimos dias para se inscrever em concurso na Paraíba com salários de até R$ 2,8 mil

O concurso Sapé – PB será realizado pela Comissão Permanente de Concursos (CPCON), da Universidade Estadual da Paraíba

A Prefeitura de Sapé, no estado da Paraíba, publicou o edital nº 001/2019 referente ao seu concurso que irá preencher 218 vagas destinadas a profissionais de diferentes níveis de escolaridade e com vencimento variando de R$ 998,00 a R$ 2.853,47. O concurso Sapé – PB será realizado pela Comissão Permanente de Concursos (CPCON), da Universidade Estadual da Paraíba.

Vagas

Os profissionais com nível fundamental poderão concorrer às vagas de Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Creche, Merendeira, Motorista CNH D, Motorista CNH B e Vigia.

Quem possuir nível médio e/ou técnico poderá disputar os cargos de Auxiliar de Saúde Bucal, Agente de Trânsito, Agente Fiscal de Meio Ambiente, Cuidador, Condutor Socorrista, Digitador, Monitor de Creche, Recepcionista, Técnico em Enfermagem, Técnico em Auditor de Controle Interno, Técnico em Radiologia, Técnico em Edificações e Professor de Educação Básica*.

Os candidatos com curso superior poderão concorrer aos cargos de Assistente Social, Auditor de Controle Interno, Enfermeiro, Educador Físico, Médico Pediatra, Médico Mastologista, Médico Ginecologista, Médico Neurologista, Médico Reumatologista, Médico Urologista, Médico Psiquiatra, Médico Cardiologista, Médico Gastroenterologista, Médico Otorrinolaringologista, Nutricionista, Pedagogo, Psicólogo, Psicopedagogo e Procurador.

Também de nível superior, há vagas no magistério nos cargos de Supervisor Educacional, Professor de Artes, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Matemática, Professor de Português e Professor de Libras.

* As vagas de Professor de Educação Básica são para profissionais com magistério em nível médio ou com graduação em Pedagogia, desde que tenham habilitação na docência da educação inicial ou das séries iniciais do ensino fundamental.

Inscrições no concurso Sapé

As inscrições serão realizadas entre os dias 12 de dezembro de 2019 e 19 de janeiro de 2020, apenas via internet, através do endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br.

O valor da taxa de inscrição é de:

  • R$ 65,00 para os cargos de nível fundamental;
  • R$ 85,00 para os cargos de níveis médio e técnico;
  • R$ 105,00 para os cargos de nível superior.

Provas do concurso Sapé

O concurso Sapé – PB será composto por prova objetiva, a ser aplicada a todos os cargos, por prova de títulos, a ser aplicada aos cargos do Magistério, e por prova prática, apenas para Motorista, Condutor Socorrista e Digitador.

A prova objetiva será realizada na data provável de 16 de fevereiro de 2020, nos turnos da manhã (das 08 às 12 horas) para os cargos de níveis fundamental e superior e da tarde (das 14h30 às 18h30) para os cargos de níveis médio e técnico.

Esta prova será composta por 40 questões, valendo até 1.020 pontos, conforme critérios definidos em edital.

Serão eliminados do concurso público, os candidatos que obtiverem nota inferior a 600 pontos na prova objetiva ou que obtiverem nota zero em qualquer área de conhecimento.

O tempo total de realização da prova é de quatro horas e os candidatos só poderão se retirar do local após duas horas de seu início.

A prova de títulos será aplicada aos candidatos aprovados na prova objetiva e serão pontuados os cursos de doutorado, mestrado e especialização; o exercício profissional em área relacionada ao cargo em disputa; os cursos de aperfeiçoamento; as participações em eventos científicos; e as publicações de livros, artigos ou trabalhos.

A prova prática para Motorista e Condutor Socorrista valerá 1000 pontos e a nota de corte será de 250 para cada veículo, se utilizado dois veículos, ou 500 pontos se envolver apenas um veículo.

A prova prática para Digitador valerá 1000 pontos, devendo o candidato obter a nota mínima de 300 pontos em Word e 200 pontos em Excel.

Validade

O prazo de validade deste concurso público será de dois anos, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da administração pública.

Edital

Outras informações sobre o concurso Sapé – PB poderão ser obtidas no site da CPCON / UEPB.

Último concurso

O último concurso realizado pela Prefeitura de Sapé aconteceu em 2016 e também foi coordenado pela mesma banca organizadora. Foram 203 vagas imediatas, para profissionais de todos os níveis de escolaridade. A remuneração variava de R$ 880,00 a R$ 2.382,34, em jornadas trabalhistas de 20 a 40 horas semanais.

Os cargos disponíveis eram para Agente Comunitário de Saúde, Monitor de Creche, Técnico em Edificações, Técnico em Enfermagem, Técnico em Estradas, Assistente Social, Bioquímico, Cirurgião Dentista, Enfermeiro, Educador Físico, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico (PSF, Anestesista, Cardiologista, Dermatologista, Geriatra, Ginecologista, Matologista, Neurologista, Obstetra, Oftalmologista, Ortopedista, Pneumatologista, Psiquiatra, Radiologista, Reumatologista e Urologista), Nutricionista, Professor de Educação Básica I, Professor de Educação Básica II (Artes, Ciências, Educação Física, Ensino Religioso, Geografia, História, Matemática e Português), Psicólogo e Supervisor Educacional. Também foram abertos os cargos de Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeiro, Motorista, Vigia, Agente Administrativo e Médico Pediatra.



PRIMOR – PUBLICIDADE