Bailarino potiguar participa de Festival Ibero-americano de Artes Integradas em Brasília

Bailarino potiguar participa de Festival Ibero-americano de Artes Integradas em Brasília — Foto: Jan

O bailarino potiguar Alexandre Américo vai apresentar os espetáculos “Goldfish” e “Bípede sem pelo” no Festival Ibero-americano de Artes Integradas (FIAIB), em Brasília, de domingo (26) a quarta-feira (29).

O evento marca a estreia nacional de “Bípede sem pelo”, que será apresentado durante dois dias do festival.

De acordo com Alexandre, que também é o responsável pela direção e coreografia, a peça “torce a ideia do animal humano, o Bípede Sem Pelo, e revela, assim, feito um corpo-que-dança-em-transe-que-dança-corpo, um evento estético que nos põe em continuidade com as coisas mundanas, em giros, saltos cruzamentos e amarrações, devolvendo-nos um saber próprio das manifestações culturais da terra”.

A primeira edição do FIAIB teve início no último dia 21 e segue até 2 de julho, e o público poderá experimentar dinâmicas que unem artes cênicas, cinema, dança e música com mais de 100 atrações, nacionais e internacionais.

g1 RN



Covid-19: Brasil tem 16,6 mil novos casos e 36 mortes em 24 horas

País já aplicou 449,9 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Foto: MykeSena / MS

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (26) mostra que o Brasil registrou, em 24 horas, 16.679 novos casos de covid-19.

No total, o país contabiliza 32.078.638 registros da doença. Destes, 792.581 (2,5%) seguem em acompanhamento, ou seja, são casos ativos.

As secretarias estaduais de saúde registraram 36 mortes por covid-19 em 24 horas. No total, a pandemia resultou em 670.405 óbitos no país.

O número de recuperados é de 95,4% do total – 30,6 milhões de brasileiros são considerados curados.

O informativo mostra ainda que houve 161 óbitos por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) nos últimos 3 dias. Há também 3.283 óbitos por SRAG em investigação, e que ainda necessitam de exames laboratoriais confirmatórios para serem relacionados à covid-19.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (170.607), Rio de Janeiro (74.053), Minas Gerais (62,015), Paraná (43.654) e Rio Grande do Sul (39.968).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.002), Amapá (2.140), Roraima (2.152), Tocantins (4.158) e Sergipe (6.356).

Vacinação

Até este sábado, foram aplicadas 449,9 milhões de doses, sendo 177,9 milhões referentes à 1ª dose e 160,7 milhões relativas à 2ª dose. Outras 93,1 milhões de doses dizem respeito à primeira dose de reforço, enquanto 8,9 milhões são da segunda dose de reforço. O painel registra, ainda, 4,1 milhões de doses adicionais. As vacinas de dose única – protocolo que já não é mais usado – foram 4,9 milhões.

Agência Brasil



Doenças intestinais crescem 15% no Brasil

A SBCP alerta que as doenças inflamatórias intestinais podem surgir em qualquer idade, mas são mais frequentes na faixa de 15 a 40 anos. O controle da inflamação é possível com o tratamento adequado. Foto: Freepik

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) são distúrbios autoimunes do sistema digestório que geram uma inflamação crônica ao longo de todo o trato gastrointestinal. Segundo a Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP), nos últimos anos o Brasil registrou um aumento de 15% nessas patologias. Cerca de cinco milhões de pessoas no mundo são atingidas pela doença. Por ser uma condição crônica, sem uma causa exata conhecida pela literatura médica, é um problema que exige atenção.  Os portadores podem ter uma vida normal durante as diferentes fases da doença, mas precisam saber quais cuidados adotar para isso. 

As gastroenterologista Verônica Vale ressalta que as DII não têm uma causa específica, mas pode ser determinada por uma somatória de fatores. A inflamação recorrente e crônica da parede intestinal pode estar  relacionada a fatores genéticos, ambientais, microbianos, e imunológicos. Ela lista condições como a microbiota intestinal, a resposta do corpo do paciente à inflamação (imunológica), ambiente, e genética. 


Há uma  predisposição genética  ao aparecimento da doença e uma tendência a ser mais frequente em membros de famílias que já  registaram casos anteriores. Apesar de não serem causadores dessa condição, também há fatores que podem ativar os genes que levam à doença e agravar os sintomas, como estresse, carência de zinco, vitaminas D e A, parasitoses, infecções, etilismo, alergias alimentares, obesidade, metais tóxicos, toxinas ambientais, dieta rica em carboidratos e gorduras.


As DII mais registradas são a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa. Os sintomas das duas doenças são parecidos. A primeira, conforme explica Verônica, pode acometer desde a mucosa oral, esôfago, estômago, intestino delgado (duodeno, jejuno e íleo), até o intestino grosso (incluindo todos os segmentos) até o reto. “A  Crohn é uma doença transmural, ou seja, pode acometer todas as camadas da parede das mucosas, pode formar abscessos e trajetos fistulosos”, ressalta. Ela causa feridas como aftas no intestino.


Já a retocolite é uma doença inflamatória restrita ao reto e intestino grosso.  O acometimento é progressivo, pode iniciar na mucosa retal e progredir para os outros segmentos do intestino grosso. “Quando acomete todo o intestino grosso, chamamos de Pancolite Ulcerativa, que pode ser leve, moderada ou grave”, explica a gastroenterologista. 


É possível obter um diagnóstico precoce sobre as DII. Há sintomas que atuam como sinais de que o trato gastrointestinal não está bem. O sintoma mais comum é diarréia crônica, assim como fezes líquidas com muco e sangue, várias evacuações por dia, o despertar noturno com dor abdominal e urgência para evacuar, além de perda de peso, fadiga, e alteração da qualidade de vida. Em casos mais graves, o paciente pode ter anemia, febre, desnutrição e distensão abdominal. 


Entre 15% e 30% dos pacientes podem apresentar, ainda, manifestações extraintestinais como dor nas articulações, lesões de pele ou oculares. Verônica ressalta que o diagnóstico precoce é bastante importante. “É bom procurar atendimento quando dos sinais de alarme citados acima, a fim de que façamos a investigação para conseguir tratar de forma precoce aproveitando a janela de oportunidade, e assim evitar as complicações graves dessas duas DII”, ressalta.

Tádzio França



Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo vai investigar denúncia de Klara Castanho contra enfermeira por suposto vazamento de dados

Foto: divulgação/ Internet

O Coren-SP (Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo) disse, neste domingo (26), que irá investigar o suposto caso de vazamento de dados médicos da atriz Klara Castanho.

A atriz revelou no último sábado (25) que foi vítima de abuso sexual, engravidou e decidiu entregar o bebê para adoção. A ação deveria ter acontecido em segredo de Justiça, mas, segundo a artista, foi ameaçada por uma enfermeira do hospital, da Rede D’or a ter seu caso divulgado para um jornalista.

Após o relato da atriz, o Coren disse que irá apurar os fatos para aplicar os procedimentos cabíveis. O órgão também prestou solidariedade à artista.

Leia a nota na íntegra:

O Coren-SP, assim como a sociedade brasileira, tomou ciência neste final de semana da situação exposta por atriz, que menciona, em uma carta aberta, ter sido alvo de ameaça de uma enfermeira e a seguinte confirmação por colunista da imprensa a respeito de informações sobre a entrega para adoção de um bebê fruto de um estupro.

Compete ao Coren-SP apurar as situações em que haja infração ética praticada por profissional de enfermagem e adotar as medidas previstas no Código de Processo Ético dos Conselhos de Enfermagem (Resolução Cofen nº 370/2010).

Nesse sentido, o conselho seguirá os ritos e adotará os procedimentos necessários para a devida investigação, como ocorre em toda denúncia sobre o exercício profissional. Assim, o Coren-SP ressalta a cautela necessária sejam tomadas as medidas corretas para a apuração dos fatos.

O conselho manifesta sua solidariedade à atriz e reafirma seu compromisso cotidiano com a ética profissional da enfermagem e com a segurança da assistência prestada pela categoria. Tão logo venha a dispor das informações necessárias para a investigação, o Coren-SP reforça que todos os procedimentos para apuração serão devidamente realizados.

R7



Jovem cai de escada em Caicó e morre horas depois em hospital na capital

Um acidente de trabalho envolvendo um jovem da cidade de São Paulo do Potengi ocorreu nessa última sexta-feira (24) em Caicó.

A vítima foi socorrida para o Hospital Regional do Seridó, e de acordo com a direção da unidade de saúde, Dr. Kaio Dantas, sua transferência para Natal foi cogitada. Um amigo da família da vítima confirmou ao blog que o jovem não resistiu e morreu. Ele ainda foi transferido para a capital, de acordo com o que foi apurado.

O blog Jair Sampaio soube também que a vítima estava trabalhava em uma empresa terceirizada prestando serviço à DIREC (Diretório de Educação e Cultura) em Caicó.

Nome: Joab Ocivan Galdino de Araújo, 28 anos. Sepultamento foi neste sábado a tarde em São Paulo do Potengi.



RN tem R$ 93 mihões em obras paradas

Obra de esgotamento sanitário em Felipe Camarão deveria ter sido finalizada em janeiro de 2020, mas está paralisada. Caern aguarda nova licitação. Foto: Adriano Abreu

O Rio Grande do Norte tem hoje 75 obras públicas paradas que totalizam R$ 93,71 milhões nos contratos. Os campeões de paralisação no Estado são as que envolvem estradas, rodovias e vias urbanas. O levantamento é do Painel de Obras do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN), com dados coletados do Sistema Integrado de Auditoria de Obras e Serviços de Engenharia (SIAI Obras). O sistema do Tribunal de Contas aponta 25 serviços relativos a estradas, que incluem pavimentação das ruas e também a construção de uma passagem molhada — obra para resolver o problema de escoamento de água da chuva.

A obra mais cara — um serviço de complementação no sistema de esgotamento sanitário da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) — está localizada em Assú. Com recursos federais, o valor de investimento é de R$ 19.601,148,37. Segundo a Caern, cerca de 85% dos serviços foram executados e atualmente ele aguarda a conclusão de uma readequação contratual. A previsão de conclusão é de 3 meses após a ordem de reinício.


Em Natal, das cinco obras paralisadas, duas possuem o mesmo contrato e são os maiores recursos paralisados na capital: estão avaliadas em R$ 6.192,793,81 juntas. Também da Caern, o contrato é para construção de obras de esgotamento sanitário nas estações elevatórias de esgoto, feita sob recursos estaduais. Uma das construções está localizada em Felipe Camarão, bairro da zona Oeste, e a outra nas Quintas, zona Norte de Natal.


Embora o sistema do TCE aponte um custo de R$ 6,1 milhões, a Caern afirma que o valor atual com as duas obras somadas é de R$ 5.711.504,70, com 24,3% dos serviços executados. “Anteriormente, o contrato custava R$ 3,33 mi [cada obra], sendo que houve um aditivo reduzindo o valor para R$ 2,85 mi. Ocorre que o sistema faz a soma desses valores, e considera o valor global como sendo R$ 6,19 mi”, justifica a Caern.


De acordo com o órgão, a construção aguarda uma nova licitação. “O contrato foi distratado devido a questões técnicas e os serviços remanescentes serão executados através de um novo processo licitatório, que se encontra em fase de revisão de projeto e orçamento para então ser deflagrada a nova licitação”, afirma.


Ainda em Natal, a Caern possui mais um serviço paralisado. Do restante, existem duas obras da Prefeitura que não tiveram o valor dos contratos revelados, segundo o painel do TCE-RN.


Empatados em segundo lugar, estão as obras em prédios públicos e as de saneamento básico, com 12 paralisações cada. São nove unidades administrativas que não tiveram a conclusão até o momento; um terminal rodoviário; um parque de exposições e até um abatedouro. No saneamento, categoria na qual está incluída a recordista de gastos no Rio Grande do Norte, há serviços que envolvem sistemas de esgotamento, rede coletora e abastecimento de água.


A escola e cultura também ganham destaque. Até 19 de junho, data da última atualização, o TCE registrava quatro escolas inacabadas, duas creches e duas quadras e ginásios.


Para José Monteiro Coelho Filho, inspetor de controle externo do TCE-RN, o futuro das construções também varia. “Algumas realmente não conseguem mais serem concluídas, mas outras conseguem ser retomadas quando o recurso volta ou quando são resolvidas as questões”, diz. Um problema, porém, é que quando algumas dessas obras são reiniciadas, se gasta ainda mais do que estava previsto inicialmente. “Sempre que uma obra para, agrava mais ainda”, diz Monteiro. “Porque além do problema que ocasionou a paralisação, a própria paralisação em si traz mais problemas ainda como a perda de alguns serviços que foram feitos, os preços que precisam ser reajustados”, afirma o inspetor.


Um caso emblemático, de acordo com o inspetor, é o Hospital Terciário de Natal. Paralisada desde 1991, a obra chegou a ser investigada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). À época, a Construtora Andrade Gutierrez foi contratada pelo Governo do Estado para a obra orçada em 194.757.449,32 milhões de cruzeiros novos. Seis medições foram pagas e o prédio ficou 48% concluído. Depois, se tornou escombros. “O hospital se acabou e hoje ficou em ruínas”, lembra José Monteiro.

Valcidney Soares | Tribuna do Norte



Mais de 6 mil potiguares são vacinados contra covid, gripe e sarampo no ‘Arraiá da imunização’

Foto: Internet

Neste sábado (25), mais de 4,7 mil potiguares procuraram um posto de vacinação e se imunizaram contra a Covid-19. O “Arraiá da imunização” foi uma ação promovida pela Secretaria de Estado e Saúde Pública (Sesap) para conscientizar a população sobre os benefícios das vacinas. Imunizantes contra a Influenza e Sarampo também estavam disponíveis.

Segundo os dados da plataforma ‘RN + Vacina’, foram 4.703 doses do imunizante contra a Covid-19 aplicadas até às 18h10 de hoje. Agora, o RN conta com 2.707.649 pessoas vacinadas com as duas doses ou a dose única, o equivalente a 85% do público apto a se imunizar.

Em relação as doses de reforço, são 1.612.021 potiguares com o primeiro reforço (D3) tomado, 50% do público habilitado, e 300.092 com a segunda dose (D4) aplicada, 9% da população.

Influenza

O imunizante contra a gripe também estava disponível nos postos neste sábado e 4.046 potiguares não perderam a oportunidade e se vacinaram contra a doença. Qualquer pessoa a partir dos 6 meses de idade pode tomar o imunizante.

Sarampo

Já a vacina voltada à prevenção contra o sarampo teve 219 doses aplicadas e registradas no sistema da plataforma ‘RN + Vacina’.

Portal da Tropical



Carreata marcará a abertura do mês de Sant’Ana

Foto: divulgação/ Internet

Para marcar a abertura do mês de julho, a Paróquia de Sant’Ana de Caicó realizará uma mobilização na próxima sexta, dia 01. Será a carreata Abraça Caicó, com a imagem de Sant’Ana, a mesma que sai da Catedral na procissão.

A concentração será a partir das 17 horas, em frente na Catedral de Sant’Ana, saindo pela Avenida Seridó, depois Rua Felipe Guerra, passando em frente ao Santuário do Rosário. “Queremos realizar um grande evento, baseado no sucesso da carreata do ano passado”, explica padre Alcivan Tadeus, pároco de Sant’Ana.

A carreata percorrerá vários bairros, passando em frente às matrizes das paróquias de Caicó: Nossa Senhora de Fátima (Bairro Vila do Príncipe), Santa Cruz e Nossa Senhora das Dores (Barra Nova), São Francisco de Assis (Paulo VI), São José (Paraíba), Santo Estevão Diácono (Castelo Branco) e Santa Marta de Betânia (Penedo).



Imagem peregrina de Santana é celebrada por curraisnovenses em Natal

Noite de emoção e reencontro com Santana para dezenas de curraisnovenses que moram em Natal neste sábado (25)

Organizada pelo pároco Padre Cláudio, a visita da imagem peregrina da padoeira de Currais Novos, confeccionada pelo artista Chico Santeiro (e usada na inesquecível procissão aérea de 2020), foi celebrada com um missa na Igreja de Santa Terezinha, no bairro do Tirol.

Em sua homilia, o Padre Cláudio destacou a importância de resgatar os encontros com os curraisnovenses que moram em Natal antes da festa e suspensos desde 2020 por causa da pandemia.

“Vamos retomar essa série de encontros tão importantes para renovação da fé de quem está longe da nossa cidade e para colaborar com a grandeza da nossa festa”, disse o paróco.

A missa da visita de Santana em Natal também foi especial para o padre Cláudio, que pela primeia vez celebrou numa das igrejas mais tradicionais de Natal.

“Durante os quatro anos em que cursei Filosofia no Seminário de São Pedro era aqui na Santa Terezinha que rezava e auxiliava nas missas”, disse Padre Cláudio, que agradeceu o convite do colega pároco, Padre Charles, currainovense que integra do clero da Arquidiocese de Natal.

A abertura oficial da Festa de Santana de Currais Novos acontece no dia 16 de julho.



Potiguar e ex-jogador de futebol Richarlyson declara bissexualidade em podcast inédito sobre homofobia no futebol

Foto: divulgação/Internet

São quatro cadeiras, quatro microfones e uma mesinha redonda. Poucos metros quadrados, paredes de espuma e nenhuma câmera. Nesse ambiente intimista, dentro de uma sala no primeiro andar da sede da TV Globo, em São Paulo, gravamos com o ex-volante e hoje comentarista Richarlyson o primeiro episódio do podcast “Nos Armários dos Vestiários”, uma série jornalística que detalha a homofobia e o machismo no futebol brasileiro.

A entrevista extrapolou o tempo previsto porque nem parecia entrevista — era uma conversa franca e sem cortes sobre o tema. Em duas horas e meia, além de contar como o preconceito o perseguiu durante a carreira inteira, um relato inédito aconteceu naquela pequena sala. Richarlyson, aos 39 anos, se sentiu à vontade para revelar, pela primeira vez, sua bissexualidade.

— A vida inteira me perguntaram se sou gay. Eu já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje aqui e daqui a pouco estará estampada a notícia: “Richarlyson é bissexual”. E o meme já vem pronto. Dirão: “Nossa, mas jura? Eu nem imaginava”. Cara, eu sou normal, eu tenho vontades e desejos. Já namorei homem, já namorei mulher, mas e aí? Vai fazer o quê? Nada. Vai pintar uma manchete que o Richarlyson falou em um podcast que é bissexual. Legal. E aí vai chover de reportagens, e o mais importante, que é pauta, não vai mudar, que é a questão da homofobia. Infelizmente, o mundo não está preparado para ter essa discussão e lidar com naturalidade com isso — afirmou Richarlyson.

Richarlyson, de 39 anos, foi primeiro jogador ou ex-jogador que atuou na Série A do Campeonato Brasileiro e na seleção brasileira a se manifestar publicamente sobre a sexualidade. 

— Pelo tanto de pessoas que falam que é importante meu posicionamento, hoje eu resolvi falar: sou bissexual. Se era isso que faltava, ok. Pronto. Agora eu quero ver se realmente vai melhorar, porque é esse o meu questionamento.