Futebol: Governo autoriza realização de jogos no RN

Com a autorização do governo, o duelo entre ABC e Sampaio Corrêa pela Copa do Nordeste, neste sábado, está confirmado para o Frasqueirão, em Natal

O governo do Rio Grande do Norte liberou a realização de jogos de futebol profissional no estado. As partidas estavam proibidas desde o dia 20 de março. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial, nesta quinta-feira. O novo decreto destaca a flexibilização de medidas e permissão para funcionamento do comércio, escolas e igrejas no RN a partir da próxima segunda-feira.

Sobre o futebol, em trecho que trata das medidas de suspensão de funcionamento, o decreto diz que “os eventos esportivos de futebol profissional, previstos em agenda de campeonatos oficiais, poderão ocorrer desde que observada a proibição de público nos locais de treinamentos e partidas, bem como a realização de testes em todos os participantes na véspera de cada disputa”. Com a autorização do governo, o duelo entre ABC e Sampaio Corrêa pela Copa do Nordeste, neste sábado, está confirmado para o Frasqueirão, em Natal. O jogo começa às 18h15.

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol, que recuou da decisão de cancelar o Campeonato Potiguar na última terça-feira, deve anunciar em breve a retomada da competição. A entidade ainda não se pronunciou após a publicação do novo decreto do governo. Em nota à população na terça-feira, o presidente da FNF, José Vanildo, se mostrava otimista com a “liberação do retorno das partidas do campeonato, seguindo todos os protocolos de biossegurança estabelecidos pelas autoridades públicas competentes”.

O estadual ficou suspenso de 20 de março a 2 de abril por conta do decreto que estabelecia medidas mais rígidas de isolamento social para conter o avanço da Covid-19 em todo o RN.

G1 RN



Publicidade Ismael 02

Morre ex-vereador de Natal Renato Dantas, vítima da covid-19

Foram  mais de 20 dias lutando contra os efeitos do coronavírus

Faleceu, nesta sexta-feira (2), o ex-vereador de Natal Renato Dantas, aos 60 anos de idade, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Eles estava desde o dia 11 de março internado da UTI em tratamento da covid-19. 

O último boletim médico, divulgado na quinta-feira (1), apontou uma piora do quadro pulmonar. Foram  mais de 20 dias lutando contra os efeitos do coronavírus. 

Renato Dantas nasceu no dia 15 de julho de 1960, em Natal. Empresário, iniciou a vida política no movimento estudantil. Foi eleito vereador na 13ª, 14ª e 15ª Legislaturas, nos períodos de 1996 a 2000, 2001 a 2004 e 2005 a 2008. Reeleito em 2000 como o vereador mais votado da cidade. Elegeu-se presidente da Câmara Municipal na 14ª Legislatura, no período 2003-2004.



Midia SL

Alerta! Pesquisadora prevê abril tão triste quanto março por alta de mortes de Covid-19

Entre abril e o início de maio, é possível que seja alcançado o pico de cinco mil mortos

Depois de ter previsto com acerto que março seria o mês mais triste e letal da pandemia de Covid-19, a pesquisadora Margareth Dalcolmo, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) segue pessimista com o mês abril, iniciado nesta quinta-feira. Isto, pela disseminação das variantes de preocupação do novo coronavírus, principalmente, da amazônica (P1), mais contagiosa, e pelo aumento do número de casos provocados pelas interações sociais do verão. 

Março deixou um saldo de 66.868 mortos em todo o país. Mais que o dobro registrado em julho de 2020, quando o país alcançara o ápice da primeira onda, quando 32.912 brasileiros perderam a vida para a Covid-19. No Rio de Janeiro, a prevalência da variante amazônica já chega a 83%, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. 

Esse cenário faz a pesquisadora projetar um mês difícil. “O mês de abril será o mais triste de nossas vidas, pelos mesmos motivos (que março). Esperamos que a sociedade colabore. Dessa vez, ainda mais jovens estão ficando doentes”, lamenta a pesquisadora. 

Abril começa também com uma herança delicada. No último dia de março, o país registrou o maior número de óbitos confirmados em um intervalo de 24 horas: 3.950. O número se aproxima da marca projetada pelo pesquisador Márcio Watanabe, professor da Faculdade de Estatística da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, Região Metropolitana do Rio, e pós-doutor em Epidemiologia. 

Em sua pesquisa “Detecção precoce da sazonalidade e predição de segundas ondas na pandemia de Covid-19”, Watanabe avaliou, por meio de um modelo matemático-epidemiológico feito a partir da evolução da curva de casos e óbitos diários em 50 países, que a situação tende a se agravar no outono. Entre abril e o início de maio, é possível que seja alcançado o pico de cinco mil mortos. 

“Infelizmente, o ritmo de crescimento é rápido. A tendência maior é que, se chegarmos a cinco mil mortos, isso aconteça já na próxima semana. Algumas medidas têm sido tomadas. Rio e São Paulo, por exemplo, adotaram feriadão de dez dias. Isso vai dar uma achatada no crescimento nos dois estados, mas eu não acredito que só o feriadão seja suficiente para fazer os casos caírem em São Paulo. A tendência é que esse crescimento comece a desacelerar, já que os dois estados são os responsáveis pela maior parte dos óbitos”, avalia.

Na quarta-feira, último dia de março, São Paulo atingiu o recorde estadual de mortes provocadas pela doença: 1.209. No Rio de Janeiro, as 294 vidas perdidas representam o terceiro maior número diário desde o início da pandemia.

CNN



Prefeitura Currais Novos Publicidade

Semana Santa: Empresário Sérgio Dantas e paróquias de Currais Novos distribuem uma tonelada de peixes para famílias

O empresário Sérgio Dantas, que é devoto da obra do Monsenhor Paulo Herôncio, realizou mais uma ação de cidadania na cidade de Currais Novos. Junto com as paróquias de Sant’Ana, Imaculada Conceição e São Francisco de Assis, foram entregues nesta quinta-feira (1º) cerca de uma tonelada de peixe para famílias carentes. A iniciativa contempla uma tradição antiga da Igreja Católica de comer peixe na sexta-feira da semana santa.

Logo cedo aconteceu na Praça da Fé Monsenhor Paulo Herôncio, que foi reformada e ampliada recentemente pelo empresário Sérgio Dantas, a benção dos peixes. A cerimônia foi conduzida pelo Padre Cláudio. Em seguida a caravana seguiu para a Casa da Misericórdia onde famílias do Conjunto Imaculada Conceição e adjacências receberam o alimento. Depois foi a vez do Bairro Alto de Santa Rita, onde famílias acompanhadas pela Pastoral da Criança foram beneficiadas. A ação seguiu até o Bairro Silvio Bezerra, na Rua Geraldo Rapadura.

No início da tarde a Comunidade Quilombola Negros do Riacho recebeu a ação solidária. Todas as famílias foram beneficiadas. Ao longo do dia foram muitas as expressões de carinho e gratidão. Ivanete do Alto de Santa Rita contou que a sacola de peixes que recebeu ainda dividiu com mais duas famílias. “Estou muito grata. Deus multiplicou o peixe. O que recebemos foi de tão bom coração que eu quando cheguei em casa, dividi meus peixes com mais duas famílias vizinhas. Venho agradecer a todos vocês, que Deus derrame chuvas de bênçãos. Estamos passando por momentos difíceis e Deus abençoou vocês”, contou.

O empresário Sérgio Dantas lembrou que vem cumprindo uma importante missão que aprendeu com o ex-vigário de Currais Novos Monsenhor Paulo Herôncio, que é fazer o bem. “Monsenhor dizia em suas palavras para ajudar aos mais necessitados. Então ficamos nesta missão de lembrar dos que menos tem. A igreja católica de Currais Novos ficou com a tarefa de mapear as famílias. E assim fizemos. Estou muito feliz, meu coração está cheio de esperança, amor e gratidão”.

Voluntários das paróquias de Currais Novos selecionaram as famílias e organizaram a distribuição. A Polícia Militar, junto com o núcleo de prevenção a Covid e diversos voluntários acompanharam toda movimentação.



Midia SL

Alerta: PRF inicia a Operação Semana Santa no RN com foco na segurança viária

Foto: Divulgação / PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quinta-feira (1º) a Operação Semana Santa 2021 nas rodovias federais do Rio Grande do Norte. Mesmo diante do problema grave atual, um PRF é preparado para o eventual aumento no fluxo de veículos nas rodovias federais, de modo a minimizar o risco de acidentes.

A Operação se estenderá até o Domingo de Páscoa (4) e utilizará esforços e ações estratégicas que devem como foco a preservação de vidas, garantindo mobilidade e segurança viária. O objetivo é fazer com que os participantes do trânsito, em especial os usuários de rodovia, identifiquem seus papéis e responsabilidades na promoção de um trânsito mais pacífico para todos.

No Rio Grande do Norte, uma PRF contará com um incremento no seu efetivo operacional atuando com base nos estudos de acidentalidade, desenvolvidos para identificar locais e trechos estatisticamente perigosos, de modo a prevenir a ocorrência de acidentes.

Condutas de risco de condutores imprudentes, como ultrapassagem indevida, embriaguez ao volante, não utilização do cinto de segurança, transporte transportado de crianças, falta de uso do capacete e utilização do telefone celular serão os principais alvos da fiscalização.

Combate ao crime

O enfrentamento à criminalidade também será intensificado, por intermédio de uma repressão qualificada orientada pela inteligência, incremento de tecnologia e expertise policial, repercutindo na asfixia estrutural das associações e associações criminosas.

Orientações para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui uma checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Para os dias chuvosos

Nas rodovias federais que passam pelo Rio Grande do Norte, uma PRF estará atenta ao comportamento dos motoristas em pista molhada. Dirigir nessa época do ano no estado, marcado pelo início da temporada chuvosa, exige cuidado redobrado.

O motorista deve dirigir com cautela sobre pista molhada. Os acidentes que ocorrem sob chuva, geralmente são provocados pela redução da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível.

Principalmente durante as primeiras chuvas, um água e o acúmulo de sujeira e óleo no asfalto tornam-se pistas escorregadias, causando deslizamentos em casos de mudança de faixa e freadas bruscas. As poças d’água que se formam em alguns trechos das rodovias podem provocar a perda da direção do veículo e causar sérios acidentes. A visibilidade também fica comprometida, principalmente durante as chuvas fortes, quando todas as janelas do veículo são fechadas e os vidros embaçam.



Prefeitura Currais Novos Publicidade

RN: Prefeitura de Acari abre Processo Seletivo

A Prefeitura de Acari anunciou por meio do Diário Oficial dos Municípios do Estado do Rio Grande do Norte, nesta última terça-feira (30), a abertura de um novo Processo Seletivo que tem por objetivo atender à necessidade de contratação temporária para a administração

Esta seleção visa suprir as necessidades da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Urbanos, no cargo de operador de máquinas pesadas, considerando a grande e fundamental importância das ações desenvolvidas pela função ofertada.

Como responsabilidade o cargo de operador está o processo de abertura de valões junto ao aterro sanitário municipal, a cobertura obrigatória com areia do material (lixo úmido) que é depositado após realização da triagem dos resíduos, bem como as circunstâncias inerentes à pandemia da Covid-19, sendo a prestação do referido serviço uma atividade essencial também à saúde pública, dentre outros.

O período de envio de currículo profissional teve início no dia 30 de março de 2021 e será finalizado no dia 3 de abril de 2021, por meio do e-mail [email protected]



GORVERNO 01 – POST

Auxílio emergencial volta a ser pago na terça; veja aqui o calendário

A nova rodada do Auxílio Emergencial será paga a partir de 6 de abril para os trabalhadores que fazem parte do Cadastro Único e para os que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa. Para os beneficiários do Bolsa Família, os pagamentos começam em 16 de abril.

Cadastro Único e inscritos via app e site

Os pagamentos para este público começam em 6 de abril. Os pagamentos seguem mais uma vez as datas de nascimento dos beneficiários.

Os pagamentos serão feitos por meio de conta poupança digital da Caixa, que pode ser movimentada pelo Caixa TEM. Mais uma vez, será liberada primeiro a movimentação digital e, posteriormente, os saques.

Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1

Calendário Auxílio Emergencial 2021 — Foto: Economia G1

Bolsa família

Já para os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos começam em 16 de abril e seguirão o calendário já estabelecido para o benefício – sempre nos últimos dez dias úteis de cada mês.

Para este público, os pagamentos serão feitos da mesma forma que é pago o Bolsa Família.

Veja no calendário abaixo:

Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial 2021 Bolsa Família — Foto: Economia G1

Como saber se terei direito?

Os trabalhadores poderão consultar, a partir de 1º de abril, se receberão a nova rodada do Auxílio Emergencial. A consulta poderá ser feita no site da Dataprev, empresa estatal responsável por processar os pedidos – clique aqui para acessar. O beneficiário deverá informar o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

A partir de 2 de abril, a consulta poderá ser feita também pelos canais da Caixa: pelo auxilio.caixa.gov.br ou pelo telefone 111.

Parcelas

Serão pagas aos trabalhadores 4 parcelas com valor médio do benefício de R$ 250 – que vai variar de R$ 150 a R$ 375 conforme o perfil do beneficiário e a composição de cada família.

  • Famílias vão receber R$ 250;
  • Uma família monoparental, dirigida por uma mulher, vai receber R$ 375;
  • Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.

Quem recebe

Pelas novas regras, o auxílio só será pago a famílias com renda total de até três salários mínimos por mês, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. Segundo o governo, o benefício deverá ser pago a 45,6 milhões de famílias.

Para quem está no Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso. A pessoa receberá o benefício com maior valor, seja a parcela paga no âmbito do programa, seja o valor do Auxílio Emergencial.

Não serão abertas novas inscrições para o pagamento do benefício A seleção será feita a partir dos beneficiários inscritos no programa original, excluindo aqueles que não se encaixarem nas novas regras do programa. Com isso, o número de beneficiários deve ser reduzido de 68 milhões para 46,6 milhões.



Publicidade Ismael 02

Senado aprova plano de recuperação para os setores de eventos e de turismo

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (30) o projeto que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). O projeto (PL 5.638/2020) contém medidas para compensar a grande perda de receitas das empresas de eventos e turismo, por causa da pandemia. Aprovada com modificações introduzidas pela relatora, a senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), a proposta segue para nova análise da Câmara dos Deputados.

O texto parcela débitos das empresas dos setores de eventos e turismo com o Fisco e estabelece outras medidas compensar a grande perda de receitas, como a alíquota zero de PIS/Pasep, Cofins, da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) por 60 meses. 

Poderão aderir ao Perse empresas de hotelaria, cinemas, casas de eventos, casas noturnas, de espetáculos, e buffets sociais e infantis. Também poderão aderir empresas que realizem ou comercializem congressos, feiras, feiras de negócios, shows, festas, festivais, simpósios ou espetáculos em geral e eventos esportivos, sociais, promocionais e culturais.

Na área do turismo, o Perse inclui agências de viagens, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos na área, parques temáticos, acampamentos turísticos e meios de hospedagem. 

Para custear os benefícios dados ao setor, o Perse prevê, além de recursos orçamentários e do Tesouro, 3% do dinheiro arrecadado com as loterias da Caixa e da Lotex e ainda recursos da emissão de títulos do Tesouro, para ações emergenciais e temporárias.

Agência Senado



Midia SL

Papa cita Shakespeare em apelo contra a destruição ambiental

Conservadores da Igreja Católica, muitos alinhados a forças políticas, são céticos sobre a mudança climática e contestam a opinião científica majoritária de que o aquecimento global é causado principalmente pelo homem

O papa Francisco adaptou uma citação famosa do “Hamlet“, de Shakespeare, em um apelo para que as pessoas não continuem cegas à destruição do meio ambiente e à migração em massa que ela pode causar, escrevendo: “Ver ou não ver, eis a questão.”

Francisco ainda pediu às pessoas que trabalhem juntas para proteger “a criação, nossa casa comum” e não se “recolham” no individualismo. O apelo foi feito no prefácio de um documento do Escritório de Desenvolvimento do Vaticano para o Cuidado Pastoral de Pessoas Deslocadas por Eventos Climáticos.

“Sugiro que adaptemos o famoso ‘ser ou não ser’, de Hamlet, e afirmemos: ‘ver ou não ver, eis a questão!’ Isso começa com a visão de cada um, sim, a minha e as suas”, escreveu Francisco.

“Não sairemos de crises como a do clima e da covid-19 nos recolhendo no individualismo, mas somente ‘estando muitos juntos’, pelo encontro, o diálogo e a cooperação”, acrescentou no prefácio do estudo de 30 páginas divulgado nessa terça-feira (30).

Conservadores da Igreja Católica, muitos alinhados a forças políticas, são céticos sobre a mudança climática e contestam a opinião científica majoritária de que o aquecimento global é causado principalmente pelo homem.

“Quando pessoas são expulsas porque seu meio ambiente local se torna inabitável, pode parecer um processo da natureza, algo inevitável. Mas muitas vezes o clima em deterioração é resultado de escolhas ruins e atividade destrutiva, do egoísmo e da negligência, que colocam a humanidade em choque com a criação, nossa casa comum.”

Agência Brasil



ÓTICA -BANNER PUBLICIDADE

Governo vai analisar solicitação dos prefeitos de flexibilização da economia

Na reunião remota com os prefeitos potiguares, a governadora Fátima Bezerra destacou que está sensível às reivindicações

A governadora Fátima Bezerra vai aguardar o posicionamento do Comitê Científico para elaborar o novo decreto com medidas de enfrentamento à pandemia. Ela se reuniu ontem no final da manhã com prefeitos do Rio Grande do Norte, entre eles, o presidente da Femurn (Federação dos Municípios do RN), Anteomar Pereira da Silva (“Babá”), Álvaro Dias de Natal e Alysson Bezerra de Mossoró.

O Decreto Nº 30.419, de 17 de março de 2021, em vigor e com duração de quatorze dias tem vigência até 2 de abril próximo. Desde o início da pandemia em março de 2020, foi o primeiro decreto consensual entre Governo do Estado e prefeituras com medidas de isolamento social rígido devido à gravidade da pandemia da Covid-19 no Rio Grande do Norte. 

Na reunião remota com os prefeitos potiguares, a governadora Fátima Bezerra destacou que está sensível às reivindicações feitas por eles que sugerem o início da flexibilização da economia, inclusive, com proposta de regionalização das medidas sob o argumento que as situações dos pequenos comércios nos municípios, principalmente os menores, são singulares. 

O Comitê Científico que orienta o Estado sobre as medidas sanitárias a serem adotadas no enfrentamento à pandemia deverá se reunir hoje à noite e divulgar quais novos direcionamentos devem indicar nesta quarta-feira (31). 

Fátima Bezerra destacou a parceria que o Governo do Estado tem mantido com as prefeituras que, de acordo com ela, têm se empenhado para fazer cumprir as medidas mais restritivas do decreto vigente, assinado conjuntamente pelo Governo do Estado e prefeitura de Natal sob orientação dos Ministério Público do Estado (MPRN), Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF). “As medidas se revelaram bastante eficazes e estão em sintonia com o que prega a ciência – o caminho para enfrentar a pandemia são as medidas de ordem protetivas como o uso da máscara, higienização permanente das mãos, distanciamento social e vacinas.” 

Vacinas

Enquanto a cobertura vacinal não avança, disse a governadora, são necessárias medidas mais duras como as adotadas nos últimos 15 dias e que apontam uma melhoria no quadro sanitário, referente à pressão do sistema de saúde. “Este é um resultado do esforço conjunto.”

O Rio Grande do Norte tem hoje uma rede com 804 leitos Covid, sendo 374 críticos (UTI) e 430 clínicos, uma grande expansão comparado aos 676 em 2020, quando eram 316 de UTI e 360 clínicos, disse a governadora aos prefeitos. “Esses números traduzem parte do que o Governo do Estado vem fazendo para prestar assistência à saúde da população”, pontuou. 

Fátima Bezerra enumerou que o Governo tomou medidas para ajudar as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade, bem como ao setor produtivo. A proteção social conta com aplicação de R$ 36 milhões e distribuição de 30 mil cestas básicas. 

“Estou sensível às observações feitas do ponto de vista da possibilidade da flexibilização das medidas adotadas”, disse ao frisar que qualquer medida a ser adotada precisa estar condicionada ao quadro sanitário do Estado. “Vamos continuar em constante diálogo para que possamos ter o máximo de unidade neste novo decreto”. 

Secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas (Segri), também coordenador do Pacto pela Vida do Governo do Estado e articulador das reuniões com os prefeitos, Fernando Mineiro disse que o contato com os gestores municipais será constante para a elaboração do próximo decreto.  

A secretária-adjunta de Estado da Saúde Pública, Maura Vanessa, destacou que o decreto que passou a vigorar dia 20 de março e as medidas restritivas anteriores mostram um cenário epidemiológico um pouco melhor, mas a situação ainda é muito preocupante porque as filas por busca de leitos ainda são altas, principalmente, em Natal e Região Metropolitana, mesmo com a expansão de leitos para Covid-19 feita pelo Governo do Estado.  

Municípios

O presidente da Associação dos Municípios do Seridó Oriental (AMSO), Fernando Bezerra, prefeito de Acari, também disse que a situação dos municípios é difícil, principalmente, para os pequenos empreendedores. 

Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, a estrutura de atendimento à saúde no município e as mais de 100 mil pessoas vacinadas na capital dão a certeza de que já se pode flexibilizar na abertura do comércio mantendo fiscalização e distanciamento social. 

Prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra afirmou que é hora de voltar a abrir o comércio com foco na fiscalização. Segundo ele, os comerciantes se comprometeram a conter as aglomerações. 

O presidente da Femurn, Anteomar Pereira da Silva (“Babá”), prefeito de São Tomé, disse que a pressão para o retorno das atividades não essenciais é muito grande nos municípios e frisou que não é o pequeno comércio o causador das aglomerações. As filas em frente a agências da Caixa, atribuiu, são as maiores responsáveis pelos aglomerados. “Quase 100% dos prefeitos desejam que sejam abertas as atividades que estão fechadas.” De acordo com ele, a maioria aposta na reabertura com fiscalização.

Além dos já citados, participaram da reunião virtual: o vice-governador Antenor Roberto; o procurador Geral do Estado, Luiz Antônio Marinho; a secretária estadual de Turismo, Ana Costa; assessora do Gabinete Civil, Laíssa Costa; além dos prefeitos – Ivanildinho (Timbaúba dos Batistas), presidente da Associação dos Municípios do Seridó; Reno Marinho (São Rafael); Marina Dias (Jandaíra); Kerles Jácome Sarmento (Marcelino Vieira), conhecido como Babau.



Midia SL